Uma jovem de 22 anos publicou uma imagem de si mesma no Facebook, vestindo apenas uma camiseta, e afirmando que seu chefe não soube lidar com uma situação constrangedora que havia vivido. Kate Hannah disse furiosa na publicação que foi demitida do bar onde trabalhava em Beverley, na Inglaterra, após ser assediada simplesmente por não estar usando sutiã.

O bar, que se chama Bird and Beer, negou as alegações e disse que ninguém havia sido demitido. Mas, Kate reafirmou que foi mandada embora após comentários sexuais e inapropriados direcionados para ela. O gerente do estabelecimento, segundo a moça, disse para ela não retornar a menos que ela usasse um sutiã.

Publicidade
Publicidade

"Então, acabei de chegar em casa depois de ser demitida do meu trabalho, por me recusar a vestir um sutiã", começa o texto publicado. Ela contou que foi assediada por alguns frequentadores do bar, mas que toda a culpa caiu sobre ela:

"Ontem, uma observação sexual inadequada foi feita para mim no trabalho. Eu me senti desconfortável e chocada porque isso aconteceu. Infelizmente (o gerente) não pareceu apto a lidar com a situação, dizendo-me que não tenho permissão para vim trabalhar, a menos que eu esteja usando um sutiã", desabafou Kate, que ainda continuou:

"Isso foi dito na frente de outros três membros da equipe, além de clientes, deixando-me envergonhada e completamente triste que a culpa foi colocada em mim. Eu fui #sexualmente assediada no trabalho. Estou absolutamente enojada com a falta de respeito.

Publicidade

Como uma mulher não pode vestir o que a faz se sentir pessoalmente confortável? Estou muito triste", concluiu.

Bar se pronuncia

O bar se pronunciou e contestou a versão de Kate. "Em resposta as alegações sobre o ocorrido no bar Bird & Beer, desejamos fazer a seguinte declaração. Podemos confirmar que nenhum empregado foi demitido da empresa em relação a essas alegações. Temos um dever de cuidar e proteger todos os nossos funcionários de qualquer discriminação ou #Assédio Sexual no local de trabalho e não permitimos ofensas aos nossos funcionários. Atuamos imediatamente sobre eles de forma profissional", disse o gerente do estabelecimento.

Muitas pessoas que leram a postagem se manifestaram e alguns ficaram a favor da jovem, que foi corajosa e decidiu expor a situação.

Mas, para você, o simples fato de se vestir da maneira que quiser dá o direito para outras pessoas lhe assediar? Comente. #comentários sexuais