Orin Julie serviu ao exercito de Israel por três anos e, tendo trabalhado como artilheira, lutava contra o terrorismo. Após ter sido militar, passou a trabalhar como #modelo. Sabe-se que suas fotos no Instagram começaram a bombar não apenas pelo corpo escultural, mas também por serem fotos nas quais ela aparecia fardada e, na maioria das vezes, segurando armas, fato que chamava a atenção de várias pessoas que passaram a segui-la.

Nota-se que a vida da moça nem sempre foi moleza, pois durante o período em que esteve no exercito israelense aprendeu técnicas para combater ataques terroristas, tendo inclusive acompanhado momentos de tensão na Faixa de Gaza, região considerada perigosa por vários países.

Publicidade
Publicidade

Após o período de dureza no exército, a jovem passou a ser chamada para trabalhar como modelo, devido ao imenso sucesso que fez no Instagram, passou a ganhar patrocínio, além de ser chamada para fazer campanhas publicitárias internacionais.

O sucesso dela foi tão grande, que ficou conhecida no Brasil como "Musa #fitness Israelense", haja vista que muitos dos seguidores ficavam impressionados com o corpo escultural da jovem, que chama a atenção de qualquer homem que vê as fotos da moça.

Nas fotos do Instagram, Orin exibe fotos ousadas, mostrando sensualidade, bem como músculos definidos ao lado de armas gigantes, que chamam a atenção de muitos homens que provavelmente ficam impressionados por verem uma moça tão bonita tirando fotos com metralhadora. Ela inclusive já fez propaganda com armas de fogo para empresas do seu país.

Publicidade

Alistamento Militar em Israel

Destaca-se que o alistamento militar em Israel é obrigatório tanto para homens como também para mulheres a partir dos 18 anos, existindo diferença no tempo de serviço, pois os homens são obrigados a servir de 2 a 3 anos enquanto as mulheres de 1 a 2 anos, ficando as moças com atividades de menor risco.

Todos os cidadãos israelenses que apresentarem aptidão física e mentalmente boa devem servir ao exército, apresentando como funções do ofício zelar pela segurança do país e da população, devendo proteger a fronteira de eventuais ataques de grupos terroristas, cabendo a cada militar aprender técnicas que impeçam ataques de grupos terroristas, podendo os militares ativos andarem armados nas ruas.

O serviço militar em #Israel não é voluntário, mas sim obrigatório, para ambos os sexos e também para todos os cidadãos israelenses, com exceção daqueles que, por lei, forem dispensados ou isentos do serviço.