Talvez o sonho da maioria dos meninos seja mesmo ser jogador de futebol. No mundo da bola, eles podem ter fama, mulheres e, é claro, muito dinheiro. O que muita gente não sabe é que muitos desses atletas tem um passado aterrorizante ou sombrio e é para desvendar alguns desses passados que fizemos esse artigo.

1 - Breno, o incendiário

Breno ficou conhecido por jogar no São Paulo. O seu talento foi claro e, rapidamente, ele ganhou o convite para jogar na Europa. O ex-zagueiro acabou atuando no Bayern de Munique. No entanto, fora do Brasil, Breno ficou deprimido e decidiu botar fogo no próprio apartamento. O atleta confessou que foi ele quem fez isso.

Publicidade
Publicidade

2 - Mario Balotelli, o abandonado

O jogador é conhecido no mundo inteiro e tem uma história muito triste. Os pais dele viviam em Gana, um país da África, com poucos recursos. O pequeno Mario tinha problemas graves no intestino e após tentarem tudo, eles acabaram dando o garoto para um casal francês. Balotelli se curou do problema e deu muito orgulho à nova família.

3 - Robert Enke, o suicida

O goleiro era um grande nome do #Futebol, mas em 2006 sua filha adoeceu. A doença no coração não teve cura e a pequena Lara veio a falecer. Após isso, o futebolista foi ficando muito triste e, três anos depois, não vencendo a dor de perder a criança, decidiu se matar. Ele se jogou nos trilhos ao ver um trem em movimento.

4 - Tévez, salvo pelo futebol

Carlito Tévez é famoso pelo bom passe nos campos.

Publicidade

O que muita gente não sabe é que ele teve uma infância muito difícil. Tévez cresceu em uma favela muito pobre da capital Argentina, a cidade de Buenos Aires. O atleta não esconde. Para ele, sua salvação foi o futebol e se não fosse o esporte, provavelmente, ele estaria morto ou viciado em drogas.

5 - Cristiano Ronaldo perdeu o pai para o alcoolismo

O português Cristiano Ronaldo foi o mais recente melhor jogador do mundo escolhido pela Fifa. No seu auge no entanto, ele teve que lidar com a morte do pai. CR7, como também é conhecido, estava com 20 anos, quando o seu pai morreu. Ele foi vítima do alcoolismo. O poder do álcool levou o pai do atual melhor futebolista do planeta.

6 - Ronaldinho e a vida de pobreza

Nem sempre o rosto de Ronaldinho Gaúcho teve um sorriso de orelha a orelha como o que mostra depois de marcar seus gols. Nascido na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, ele teve uma vida na favela e com muitas restrições. A casa de Ronaldinho foi feita pelos parentes e era apenas construída com simples pedaços de madeira. #Curiosidade #Famosos