Em meio aos santos que fazem parte das comemorações celebradas pelas chamadas festas juninas, está Santo Antônio, popularmente chamado “santo casamenteiro”. A data, 13 de junho, é repleta de tradições e é quando se fazem os pedidos para encontrar namorados e maridos.

Segundo a história, a fama de casamenteiro se deve a doações que eram feitas pelo frei da Ordem Franciscana, que se chamava na realidade Fernando de Bulhões. Na época, era costume que as famílias pagassem um dote ao marido, quando se contratavam os casamentos. Às moças pobres, Bulhões pagava o dote, proporcionando assim que elas pudessem se casar.

Uma história curiosa sobre o “casamenteiro

Uma das muitas histórias em torno do Santo é a de uma bela jovem que não conseguia arrumar marido de jeito nenhum.

Publicidade
Publicidade

Devota, comprou uma imagem de Santo Antônio e colocou num oratório, onde diariamente depositava flores com o pedido de encontrar um par. Meses depois e ainda sem um pretendente, num acesso de raiva a moça jogou a imagem do santo pela janela. Naquele exato momento estava passando um jovem que, atingido pela estátua, a devolveu e pela moça se apaixonou.

A tradição das simpatias

A fama de Santo Antônio veio de #portugal, mas no Brasil ele se tornou um dos mais populares. Não apenas as mulheres recorrem ao Santo. Aliás, há quem diga que ele é casamenteiro em favor dos homens principalmente.

São muitas as simpatias às quais os solteiros em geral recorrem nesta data. Uma das mais curiosas é enterrar a imagem do Santo de cabeça para baixo em um poço.

Das mais conhecidas, está a de “roubar” o menino Jesus que o Santo carrega nos braços e só devolver quando aparecer o namorado ou namorada.

Publicidade

De acordo com as crenças, também seria possível descobrir o nome do futuro par, colocando vários nomes escritos em pedacinhos de papel em um copo com água; o primeiro nome que se abrir será o dito cujo.

Para que Santo Antônio seja rápido no atendimento dos pedidos, diz a lenda que se deve rezar um Pai Nosso pela metade. Por não gostar de orações incompletas, o Santo providenciaria o atendimento com mais brevidade.

Enfim, há muitas maneiras de fazer pedidos a este que é considerado um dos mais bondosos dos santos. Uma das mais interessantes recomenda doar pães na quantidade correspondente ao peso da pessoa. Daí a fama do “pãozinho de Santo Antônio”.

Além das simpatias, há várias orações específicas, a serem feitas com pedidos amorosos, seja para arrumar um namorado, seja para casar.

Escolha a sua e boa sorte! #Casamento #Religião