O sonho de todos que estão em busca da sua alma gêmea é ter uma relação mais estável e mais duradoura. Mas para conseguir isso, é preciso se dobrar e se dedicar muito. Algo que não é fácil, especialmente, nos dias de hoje quando as pessoas parecem não ter tanta tolerância e flexibilidade.

Segundo a psicóloga especialista em análise comportamental, Camila Cury, não há uma fórmula mágica para que uma relação dure muito tempo, mas basta que o casal saiba lidar com as habilidades corretas para educarem suas emoções, e assim tudo pode dar certo.

É preciso que cada um saiba o seu papel no relacionamento. Brigar e se impor, muitas vezes pode ser prejudicial, pois indica o quanto a mulher ou o homem, estão imaturos na relação e que não possuem o autocontrole suficiente para manter essa união.

Publicidade
Publicidade

Como fazer a relação durar?

Para a especialista, para que um relacionamento dure por mais tempo, ele precisa ser maduro, e para isso, é preciso que as ansiedades sejam controladas. É preciso que um proteja o outro, que saibam o momento certo de pedir desculpas, e que saibam assumir seus próprios erros. Ou seja, que exijam menos um do outro.

Esqueça essa sua neurose de querer mudar todos e tudo ao seu redor, pois não existe nada pior do que criar uma relação baseada em discórdias, atritos, ansiedades, cobranças, controles, ciúmes e o medo de perder a pessoa amada. Isso também sem mencionar as pessoas que estão sempre em busca de mostrar que estão sempre certas, algo que também é insuportável.

Todo ser humano passa por situações frustrantes e de perdas em suas vidas, então, todo casal deve saber conviver preparado para passar por tais turbulências, por coisas inesperadas.

Publicidade

Para isso, é preciso também que eles saibam conviver com o #Amor inteligente, que vem junto com o apoio, com o elogio, generosidade, companheirismo, investimento em sonhos e etc.

Veja a seguir, os 5 passos indicados pela especialista, de como conseguir ter um relacionamento mais duradouro: #Relacionamentos #Homensemulheres

  1. Esqueça os erros dos outros, foque em seus acertos e entenda que ninguém pode oferecer o que não tem para dar.
  2. Pense muito e não critique. As pessoas se sentem invadidas ao serem expostas depois que erram, e isso as fazem se sentirem invadidas emocionalmente e consequentemente, se fecham por conta disso. Isso faz com que fiquem inacessíveis a qualquer tipo de mudança. Ou seja, o elogio é a chave para o aprendizado e para a mudança positiva!
  3. Faça menos cobranças para si mesmo e dê mais abraços, esqueça por um bom tempo sobre o que os outros pensam. Seja tolerante e muito paciente, se entregue sem esperar algo em troca.
  4. Saiba reconhecer seus erros e defeitos, busque em si mesmo o que precisa ser mudado. As pessoas que tendem a culpar o próximo, são imaturas e podem enfrentar grandes dificuldades em suas vidas.
  5. Saiba se colocar no lugar do outro, sentir a dor do outro, entender o seu lado e ver quais são as suas necessidades. Tente mostrar o quanto se preocupa com o cônjuge e mostre ser paciente, dê conselhos e sempre tente ajudar.