Hoje em dia é muito comum as pessoas mostrarem suas vidas na #Internet, expondo para todos os seus passos no dia-dia. A cada instante milhares de fotos são compartilhadas e qualquer um pode ter acesso ao conteúdo que se torna público.

Você divulga fotos dos momentos com seus filhos nas #Redes Sociais? Você tem ideia de como pode ser perigoso expor sua intimidade em um ambiente onde qualquer pessoa pode acessar?

Pais anônimos ou famosos acabam por de tornar público momentos importantes da vida dos filhos. O nascimento, a primeira palavra, cada novidade acabam indo parar nas redes sociais. E quando os pais são famosos os cliques se multiplicam junto com a curiosidade dos fãs.

Publicidade
Publicidade

Todo mundo quer acompanhar a rotina de famílias famosas e filhos de celebridades.

Mas até que ponto a exposição dos filhos é saudável e segura. O herdeiro de Adriane Galisteu já fazia sucesso até mesmo antes de começar a falar. Em 2010, a apresentadora troca aliança com o estilista Alexandre Iódice, e vai para o altar com o filho Vitorio com apenas 4 meses.

Hoje com 6 anos, Vitorio arranca muitas curtidas e comentários nas redes sociais. Mas a exposição nem sempre é boa. Titi filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, adotada pelo o casal no ano passado já foi vítima de um ataque inacreditável na rede. Comentários racistas que deram margem a abertura de um inquérito policial e que revoltaram os pais da garota.

As ofensas a Titi trazem à tona a discussão sobre a exposição pública das crianças nas redes sociais.

Publicidade

No começo desse ano, a atriz Fernanda Machado foi bastante criticada ao contar em seu perfil, que flagrou o filho dormindo em pé no berço.

Os especialistas sugerem 5 precauções antes de postar qualquer foto ou informação privada do seu filho na internet. Primeira, não localizar onde a fotografia foi tirada. Segunda, não revelar informações da rotina, como escola onde estuda ou a rua onde mora. Terceira dica, selecionar quem pode ver a foto, muitas vezes é possível criar um álbum só para a família, por exemplo. Quarta dica, evitar fotos que exponham demais o corpo da criança. A quinta, Cuidado com poses que parecem engraçadas agora, mas podem provocar bullying no futuro. Na Áustria, uma jovem decidiu processar os pais exatamente por isso. Segundo a adolescente, hoje maior de idade eles postaram durante anos no Facebook fotos da infância que constrangiam e feriam seu direito à privacidade.

Especialistas

Para a juíza da infância e juventude Mônica Arnoni, nem sempre a pessoa pode se expressar da forma que pensa pois pode estar ferindo os direitos de alguém.

Publicidade

Mas mesmo que os pais pensem que têm liberdade de expressar, esse direito não é um direito absoluto, porque ele pode ferir os direitos de outras pessoas, comenta a especialista. Portando é sempre bom pensar bem o que você opina na vidas de outras pessoas. "Tudo aquilo que de alguma forma viole os direitos da criança, principalmente na questão da intimidade, da sua honra, da sua moral, tudo isso pode sim ter penalidades desde multa ou até pena de detenção, explica Mônica Arnoni.

"Apesar de ser muito tentador colocar fotos dos filhos nas redes sociais, não podemos esquecer que não só a privacidade está sendo exposta, mas a segurança das crianças também. Preciso mesmo postar essa foto? Por que que quero postar essa foto?", questiona a advogada de direitos digitais, Alessandra Borelli.

Esse artigo foi útil? Compartilhe, comente. #perigos de expor