No ar desde 1990, Malhação tornou-se uma das novelas mais longas da história. O folhetim é considerado também um celeiro de talentos, já que muitos #atores saem de lá direto para as produções mais renomadas da Rede Globo, ou fechando contrato com outras emissoras.

Mas engana-se quem pensa que começar a carreira na novelinha teen é um glamour com salário exorbitante. O jornalista Ricardo Feltrin, do site UOL, foi atrás da informação a respeito da remuneração dos novos talentos que surgem por lá, e a descoberta foi chocante.

Atualmente, um ator de #Malhação ganha em média 4.000 reais. Esse é o salário aproximado das jovens Gabriela Medvedovski (Keyla), Manoela Aliperti (Lica) e Heslaine Vieira (Ellen) que protagonizam a nova temporada da novela.

Publicidade
Publicidade

Já os atores secundários faturam cerca de 2 mil reais por suas participações. O cachê dos figurantes é ainda mais deprimente: não ultrapassa os 60 reais.

Crise no país impacta salários dos atores

O baixo salário pode ter relação direta com a crise política e social que assola o país. Milhares de pessoas estão à procura de emprego, e cada vez mais as empresas dedicam menos de sua receita à publicidade.

Com isso, os horários das novelas passam a ser desvalorizados, o que diminui, consequentemente, o valor destinado ao pagamento de salários.

Nomes de peso como Carolina Dieckmann, Fernanda Rodrigues, Márcio Garcia e André Marques, que fizeram parte de Malhação em temporadas anteriores, chegaram a faturar cerca de 10 mil reais por mês, mais do que o dobro das novas estrelas.

Além da remuneração muito aquém do esperado, os atores que são contratados pela Globo acabam tendo o seu custo de vida aumentado potencialmente, já que é preciso morar nas redondezas dos estúdios, e contratar assessoria de imprensa para monitorá-los.

Publicidade

Nova temporada é a primeira de Malhação fora do Rio de Janeiro

Mesmo com o baixo orçamento para pagar os profissionais, a novela Malhação conseguiu fazer uma mudança drástica nessa temporada de 2017: pela primeira vez a trama é ambientada fora do Rio de Janeiro.

A história, que se chama “Malhação - Viva as Diferenças”, se passa em São Paulo, e tem 5 amigas como protagonistas. A ideia da temporada é explorar o caráter cosmopolita da capital, e falar de diversidade sexual, étnica e social, temas que estão em voga atualmente.

Essa nova fase também tem como tema a questão do empoderamento feminino, e debate o papel da mulher em diferentes situações. As meninas que protagonizam divergem em vários aspectos, no entanto, encontram a amizade como ponto em comum.

Assim como todos os anos anteriores, a ideia é tratar sobre temas contemporâneos, e que despertem o interesse e conversem diretamente com o jovem da atualidade. O propósito é, de fato, celebrar a diferença entre as amigas, e expandir isso para o convívio delas com os demais #TV