Quase todo mundo tem esperança de que seu #Relacionamento dure um longo tempo, talvez "até que a morte os separe". Infelizmente, sabe-se, não é essa a realidade geral. Embora nem sempre seja possível prever o caminho que um relacionamento tomará ou se ele será duradouro ou que iceberg fá-lo-á naufragar, algumas atitudes de um #Casal costumam indicar que um relacionamento tem boas chances de durar muito e ser feliz. A seguir, estão listadas e discutidas de maneira breve cinco dessas auspiciosas atitudes:

1. Prezar o diálogo

O diálogo - franco, aberto, maduro, calmo e construtivo - é, indubitavelmente, um importante instrumento para que os membros do casal se conheçam mutuamente cada vez mais e possam resolver problemas no relacionamento quando eles surgem em vez de deixar que as tensões e insatisfações causadas por eles se acumulem até destruir o relacionamento.

Publicidade
Publicidade

2. Ser realistas quanto ao relacionamento

A paixão pode cegar as pessoas e levá-las a perder o contato com a realidade e manter expectativas pouco realistas quanto a seus relacionamentos. Manter os pés no chão, entender que seres humanos (inclusive o parceiro e a própria pessoa) cometem erros e que nenhum relacionamento, por mais prazeroso e inspirador que seja, pode preencher todas as necessidades psicológicas de um ser humano. Um relacionamento é um jeito de dividir parte significativa da vida com uma outra pessoa da qual se gosta, mas não é uma panaceia.

3. Aceitar que a mudança é parte da vida

As pessoas mudam. Mudam fisicamente, mudam psicologicamente, mudam em matéria de gostos, reveem seus valores, aprendem mais sobre o mundo que as cerca. Como dizia Heráclito, famoso filósofo que viveu na Grécia Antiga, ninguém se banha duas vezes no mesmo rio porque, da segunda vez, ambos, o rio e o indivíduo, já não são mais os mesmos.

Publicidade

Se o relacionamento for durar e se manter amoroso, terá que ser pelo caminho de os membros do casal prenderem a se adaptar a novas circunstâncias e às mudanças em si mesmos e no parceiro. Como lembraria Tancredi Falconeri, personagem de Il Gattopardo (O Leopardo), obra-prima do escritor italiano Giuseppe Tomasi di Lampedusa, é necessário que as coisas (um relacionamento, por exemplo) mudem para que permaneçam as mesmas.

4. Fazer (e valorizar) pequenos gestos de carinho

Pequenos gestos de carinho como providenciar um jantar romântico ou deixar mensagens carinhosas para o parceiro tanto servem para deixar claro o amor de um pelo outro como para evitar a monotonia que a rotina do relacionamento quase invariavelmente traz consigo.