Publicidade
Publicidade
2

Para quem pensa que a vida de Fabiana Escobar, a 'verdadeira' #Bibi Perigosa, foi só de luxos e riquezas, está bem enganado. A carioca passou por vários apertos e durezas na vida enquanto era casada com o Saulo, o 'verdadeiro' Rubinho em '#A Força do Querer', principalmente depois que ele se entregou, verdadeiramente, a vida do crime, na favela da Rocinha e passou a ser conhecido como o Barão do Pó, apelido que também rendeu à Bibi Perigosa a denominação de Baronesa do Pó.

Foram 5 anos sem 'uma vida'

Em uma recente entrevista para o canal da Antônia Fontenelle, a 'verdadeira' Bibi Perigosa revelou detalhes íntimos da vida do casal, que passou por várias tribulações entre os anos de 2005 até 2010.

Publicidade

Foram 5 anos de convívio com o trafégo, diariamente, até que Fabiana decidiu dar um fim a toda essa vida de tristeza e engano, após descobrir uma traição do marido, como acontecerá na novela.

"Meus filhos foram alvo fácil", disse ela quando perguntada quem mais foi prejudicado nesta relação. "Tudo aconteceu no auge da adolescência deles, o que causou aquela fase 'adoslescência revoutis', já que eles eram acostumados a ter uma qualidade de vida boa. Quando nos separamos, o Saulo parou de dar a mordomia", acrescentou. Segundo a 'verdadeira' Bibi Perigosa, Saulo era um ótimo pai e marido antes de terminarem.

Para Escobar, o crime não compensa e o dinheiro que os chefões e traficantes ganham não traz felicidade. Como prova viva disso, Fabiana viu a família perfeita desmoronar graças à ambição por dinheiro vivenciada pelo marido.

Publicidade

Inclusive, a nova reviravolta na novela [VIDEO] irá revelar como o drama fez com que Fabiana virasse uma comandante no tráfico da Rocinha.

O drama enfrentado em uma das fugas

Em um dado momento da entrevista, Bibi revelou um detalhe marcante de uma das fugas do casal: "Nós vivíamos na ilusão de ir para o Nordeste, viver uma vida tranquila igual a que vivíamos antes, sem que ninguém nos percebesse. Com nomes trocados, vivemos uma mentira. Até para Igreja eu ia mentindo sobre ser quem eu sou. Não conseguia olhar para o pastor, não me sentia digna de mencionar o nome de Deus." Neste momento da entrevista, Escobar começa a chorar e a conversa foi cortada pela edição.

Hoje com a vida refeita, a 'verdadeira' Bibi Perigosa, como gosta de ser chamada, finaliza a entrevista dizendo que o seu 'perigo' não esteve e não está em brigas ou querer procurar intrigas, mas sim na forma como ela planeja e 'mirabola' todos os seus planos. "Me chamavam de Bibi Perigosa porque enquanto todos estavam ali preocupados com as negociações com os bandidos, eu estava sozinha no meu canto pensando e arquitetando uma solução para o problema", revelou.

Ao final, ela dá uma bela lição sobre a vida no tráfego e sobre ser hoje quem ela sempre quis ser. #Globo