Na concepção do filme Matrix (1999), tudo que existe no mundo pertence a programas elaborados por máquinas munidas de inteligência artificial. Um pássaro, por exemplo, é construído a partir de algoritmos específicos, e assim por diante.

Contudo, quando algo dá errado e o programa não corresponde com o ‘roteiro’, é chamado de ‘bug na Matrix’. Na película, fantasmas e ET´s são usados como exemplos dessas anomalias no sistema. Ou seja, apesar de não serem propositalmente construídos, eles existem.

Embora Matrix seja apenas um filme hollywoodiano sem vínculo com a realidade, uma situação inusitada, ocorrida recentemente com um casal do município de Romford (#Inglaterra), reflete o tema explorado na película dirigida pelos irmãos Wachowsk.

Publicidade
Publicidade

Na ocasião, tanto Harriet Hunt, 27 anos, e o marido Ryan Omer, ficaram atordoados com o inexplicável surgimento de um bilhete de trem datado de 8 de agosto de 1988, encontrado em perfeito estado de preservação na cozinha da residência.

Contudo, a bizarrice não para por aí. Coincidência ou não, Ryan, que também usa ticket ferroviário para ir trabalhar, pegou o antigo cartão sem notar a data. Porém, quando percebeu que, ao invés do bilhete atual ele estava com um cartão do século passado, que também servia para usar a ferrovia, ficou completamente desorientado com a estranha situação – confira abaixo.

Agora, o casal deseja resolver o mistério."Seu cartão de viagem estava no bolso, não temos absolutamente nenhuma ideia de como isso entrou na nossa casa e no balcão da cozinha!”, fala Harriet ao jornal britânico Daily Mirror, neste sábado (22).

Publicidade

A inglesa ainda destaca a impossibilidade de alguém ter feito uma brincadeira. Segundo ela, somente o casal e a filha de dois anos moram no local. Para eles, o ticket ferroviário parece ter se materializado como mágica em cima do balcão da cozinha.

De acordo com o Daily Mirror, internautas relacionaram a data do cartão, 8/8/88, com um tipo de mensagem subliminar. Disseram que o número representa sorte, na China, e solicitaram que eles apostassem na loteria.

Todavia, outro usuário classificou a repetição dos números ‘oitos’ a mensagens cifradas de anjos e espíritos.

Independente do significado do acontecimento, uma coisa é certa: ninguém sabe como o bilhete ferroviário de 8 de agosto de 1988 foi parar em cima do balcão da cozinha.

Talvez, seja um ‘bug na Matrix’, ou, quem sabe, uma pegadinha ainda não revelada pelo casal. #Curiosidades #Viral