Ivar Ragnarsson, mais conhecido com #Ivar, o #Sem-Ossos, ficou conhecido como um grande e temível líder comandante de um dos maiores exércitos viking. Atualmente, é mais conhecido pelo seu apelido: Ivar, o Sem-Ossos, apelido que possui várias teorias e opiniões entre os historiadores. Alguns apontam que Ivar recebeu esse apelido por causa de sua flexibilidade, outra teoria aponta o oposto, apresenta a ideia de que Ivar sofria de uma doença óssea nas pernas, e isso o tornava incapaz de andar. Sua posição como filho de um rei lhe deu a oportunidade de viver, enquanto outros com sua condição não seriam capazes disso. Mas Ivar foi conhecido como um guerreiro feroz em batalhas, sendo assim, ele teria um condição menos grave do que apontam, permitindo usar um arco longo.

Publicidade
Publicidade

As sagas apontam que ele foi um líder de um exército Berserker, que eram conhecidos pela sua raiva e fúria em batalha. Ivar era descrito como um líder intimidador, que se elevava sobre os seus oponentes e também como mais gigante do que homem, que era forte o suficiente para usar o arco e flecha mais pesado do que de um soldado comum. Sendo assim, prejudicando a teoria dele ser incapacitado.

De acordo com as Crônicas Anglo-Saxônicas, Ivar teria sido um dos líderes - ou mesmo o principal - do Grande Exército Bárbaro que invadiu a Nortúmbria em 865. Nessa invasão, teria sido acompanhado pelos irmãos Ubbe e Bjorn. Enquanto as lendas em torno de seu nome apontam, como motivo da invasão, a busca de vingança dos irmãos e de Ivar contra o rei Aella da Nortúmbria, que jogou Ragnar em um poço de cobras, a história aponta como causa mais provável a busca, por parte dos escandinavos, de terras consideradas por eles vastas e férteis.

Publicidade

A Nortúmbria estava em guerra, pois Aelle da Nortúmbria e Osberht da Nortúmbria reivindicavam o trono como seu. Então ambos perderam e fugiram da região, logo depois Ivar conquistou York. Em um grande evento, ambos reis derrotados uniram forças contra o exército viking e perderam novamente, então os #vikings nomearam um rei de sua escolha. A lenda diz que Ivar conseguiu capturar o rei Aelle e então foi morto com o uso de um método ritualístico chamado "Águia de Sangue’.

Ivar invadiu o reino da Mércia e dominou a cidade de Nottingham. Em desespero, o rei de Wessex uniu forças com o rei da Mércia em uma tentativa de recuperar a cidade. Todas as tentativas falharam. No entanto, Ivar concordou em desistir do controle de York. Ivar então deu a seus irmãos controle de seu exército e partiu para a Irlanda. Depois de 870 d.C, ele nunca mais foi mencionado em registros em inglês. Logo depois, se torno governante de Dublin e venceu um guerra contra a Escócia.

Registros irlandeses apontam que sua morte foi em 873 d.C.

Publicidade

A morte de Ivar foi descrita como "uma doença súbita", de onde assim pode ter surgido seu apelido, pois a doença poderia ter causado sérios danos aos seus ossos. Durante muitos séculos, os historiadores têm procurado seu túmulo. Em 1686, um túmulo de um enterro viking foi descoberto em uma área onde Ivar tinha derrotado um exército mércio. Havia uma pessoa de status muito alto enterrada cercada por outros 260 restos humanos. A lenda diz que este é o lugar de repouso de Ivar, o sem ossos, rei de todo território que hoje conhecemos como Inglaterra e da Irlanda.

Atualmente, Ivar o Sem-Osso é apresentado na série Vikings no começo de sua jornada.