Quando a série #Arnold foi ao ar, já no primeiro ano, conquistou o público infanto-juvenil e virou um sucesso na TV. No Brasil o seriado foi exibido por muitos anos no SBT e tinha como princípio mostrar a virtude de atitudes infantis, o que é tão difícil na TV brasileira atual. A série mostrava a cultura infantil, o cotidiano dos pequenos, algumas enrascadas dos personagens, mas sempre no final, havia uma lição de moral para que o público entendesse o desfecho da história.

Recentemente o programa do SBT, Fofocalizando, fez uma reportagem sobre o destino sombrio dos personagens dos anos 70, 80 e 90. A série foi produzida entre 1978 e 1996.

Publicidade
Publicidade

Mas o destino dos personagens marcou a série depois de seu encerramento e ficou conhecido como o elenco amaldiçoado. Tudo porque alguns personagens e envolveram em condições de prostituição, drogas, prisão e até suicídio.

Alguns acreditam que vai muito além de um carma passado. Por conta de serem muito jovens e obtido uma fama repentina, acredita-se que os atores mais novos não souberam lidar com o binômio fama/dinheiro e sofreram para administrar suas vidas pessoais.

Gary Coleman - o Arnold

Talvez você não saiba, mas o Arnold, Gary, em boa parte do seriado já era um adulto. Ele é nascido em 1968 e quando começou a gravar tinha apenas 12 anos. Mas por conta de uma disfunção renal, ele não cresceu e manteve as aparências infantis. Por um lado, isso o ajudou a manter a série por muitos anos.

Publicidade

Mas, já na vida adulta, ele tentou suicídio duas vezes perdeu todo o dinheiro e morreu de uma forma ainda inexplicada. Ele também foi preso ao bater num fã que tentou pedir um autógrafo.

Sobre sua morte, ele já estava completamente falido, tentou até a vida política contra Arnold Schwarzenegger, disputando o governo da Califórnia, mas sem sucesso caiu inexplicavelmente da escada em 2010, bateu a cabeça e morreu. Alguns acreditam em suicídio, outros em assassinato. A morte foi registrada como acidente.

Todd Anthony Bridges - Willy

Todd era o irmão mais velho de Arnold na série. Na vida adulta, ele teve problemas com drogas, logo depois que a série terminou. Entretanto, depois de ser internado, conseguiu sem 'limpar' e hoje trabalha na causa antidrogas.

Conrad Stafford Bain - o patriarca

Conrad não teve problemas em sua vida após a série. Morreu aos 89 anos e as causas são desconhecidas. A causa da morte, segundo os médicos foi 'causas naturais'.

Dana Michelle Plato - irmã de Arnold

Dana teve um dos piores destinos dos atores da série.

Publicidade

Ela que era a irmã mais velha do Arnold. Seu personagem, a Kimberly, era usuária de drogas aos 14 anos. Já aos 20 anos, ela engravidou e por conta disto, não continuou as gravações da série. Seu contador roubou todo seu dinheiro e para tentar se reerguer, ele tentou fazer filmes adultos. Também não fez sucesso na indústria pornô e começou a trabalhar numa lavanderia.

Mas, alegando falta de dinheiro, decidiu fazer um assalto a uma locadora. Ainda viciada, tentou a reabilitação, mas sem sucesso. Ela morreu aos 34 anos e segundo registros, ela se matou com pílulas de Vanadom e Vicodin.

Nedra Volz - a governanta Adelaide

Levou uma vida tranquila após o seriado, mas com a idade mais avançada sofreu com o Alzheimer. Morreu aos 84 anos por conta da doença.

A coluna preparou um vídeo especial para a matéria, com o #Antes e depois dos personagens. Confira.

#Curiosidade