Quem diria que a invenção de uma bebida batizada como “tônico para cérebro” (fórmula para amenizar dores de cabeça) de um simples farmacêutico viria a se tornar um dos produtos mais valiosos do mundo? Muitos ainda não sabem, mas a Coca-Cola foi criada em 1886 pelo farmacêutico americano John Sttith. O primeiro estabelecimento que comercializou a bebida foi em sua farmácia, na Geórgia, nos Estados Unidos.

Marca preciosa

Um produto que tinha a intenção de aliviar dores, acabou se tornando o refrigerante mais vendido durante anos e dona de mais de 400 marcas. A #coca-cola tem o poder de fazer com que as pessoas do mundo inteiro falem da marca.

Publicidade
Publicidade

É difícil encontrar alguém que nunca tenha experimentado o produto uma vez na vida, ou que não saiba reconhecê-lo. Além disso, pode ser encontrado em qualquer ambiente, desde o mais sofisticado até o mais simples estabelecimento.

O segredo está na forma que a Companhia se relaciona com os seus consumidores. A empresa se tornou um sucesso quando percebeu que sua principal chave não era apenas vender o produto, mas sim inspirar momentos de alegria e otimismo para as pessoas. O papel da marca vai muito além de vender a bebida.

'Storytelling'

A Coca-Cola se posiciona como uma contadora de histórias. É muito fácil se distrair em propagandas, ou até mesmo mudar de canal quando está sendo veiculado um comercial. Mas a Coca-Cola tem o dom de fazer com que o público fique hipnotizado ao assistir um de seus comerciais.

Publicidade

Isso acontece porque a marca utiliza a estratégia do “storytelling”, ou seja, a capacidade de contar histórias de forma a promover diferentes sentimentos nas pessoas.

Um exemplo prático de “storytelling” é um comercial divulgado em 2012 em que o Papai Noel levou a magia do Natal para a comunidade de Suspiro, no interior de Piauí. O tradicional caminhão da Coca-Cola foi customizado com tela de LED com mensagens de Feliz Natal. A campanha, além de emocionante, mostra como ainda existem crianças que não sabem nem a cor da roupa do Papai Noel. A alegria estampada no rosto das crianças prova que é possível acreditar na Magia do Natal.

Para a marca vale tudo, desde que sua imagem seja sempre associada ao conceito de #Felicidade. Por essas razões, a empresa nunca deixou de estar entre as marcas mais desejadas do mundo. O segredo está em pensar no consumidor como uma pessoa que tem sentimentos, e não apenas como aquela que irá comprar o produto.