É muito fácil encontrar na #Internet, notícias bizarras que muitas vezes não tem fontes confiáveis. Com isso o aumento das chamadas 'fake news' atinge as redes sociais, se propagando por aplicativos como o Whatsapp a uma velocidade incrível.

Porém, devemos ter em mente que existe uma série de notícias que inclusive ganham muita repercussão e as manchetes de reconhecidos veículos de comunicação porque recriam o aspecto de uma notícia verdeira, e nem sempre é fácil identificar os sinais de falsidade.

Isso porque uma notícia geralmente precisa de várias fontes para passar credibilidade. Uma notícia curiosa começou a circular na internet e que foi reproduzida por diversos canais, foi a história sobre uma suposta mulher que foi expulsada de casa pelo marido por gemer alto demais.

Publicidade
Publicidade

Claro que um título desses chama muito a atenção, mas nem sempre a informação passada em textos reescritos e traduzidos correspondem de fato à realidade.

Veja a notícia que está sendo compartilhada

Um #Casal nigeriano sofreu um assalto em sua residência, e a história acabou de maneira trágica. A mulher de 28 anos acabou sofrendo um #Estupro durante o assalto. Segundo relatos, os ladrões decidiram cometer o abuso por não encontrarem o dinheiro que esperavam na casa.

O caso teria acontecido na região de Iyana-Ejigbo, e a repercussão no país foi absoluta. Além do episódio dramático sofrido pelo casal, a história ainda tomaria um rumo muito esquisito.

Identificada apenas como Ejalo, a mulher que foi vítima do estupro foi expulsa de casa pelo marido, Baba Eneh, após o delito acontecer. O motivo da expulsão da mulher chocou o país.

Publicidade

Segundo informações dadas pelo marido e Ejalo a polícia local, a residência do casal foi invadida por homens armados no dia 20 de junho.

Eram cerca de 3 horas da manhã quando os homens portando as armas entraram na residência, e renderam o casal. Em seguida, eles começaram a insistir para que Baba Eneh lhes entregasse uma quantia em dinheiro.

O homem, que trabalha como motorista de ônibus, informou então que não possuía nenhuma quantia em dinheiro, pois todas as suas reservas foram usadas na cerimônia de seu casamento. Furiosos, os bandidos decidiram estuprar Ejalo em frente ao marido, como forma de punição ao casal.

Depois do estupro coletivo, os meliantes foram embora da casa, e Baba Eneh anunciou que a esposa estava expulsa de sua residência.

Em seu depoimento a polícia, ele justificou a atitude dizendo que sua esposa desonrou a ele e a toda a família por ter aparentemente “gostado” do abuso. Segundo Baba Eneh, durante o ato, a mulher se contorcia muito, e chegou a fazer gemidos altos.

Publicidade

O homem ainda declarou que nem mesmo durante a sua lua de mel a mulher teria agido de tal maneira, e com isso, ele constatou que ela estava aproveitando o sexo, e achou justo expulsá-la de casa.

Mas afinal a notícia não seria verdadeira?

A notícia foi repertida por diversos sites. Mas diante de alguns fatores pode-se identificar que houve a carência de fontes. Neste caso mesmo que tenha sido muito compartilhada, e inclusive repostada por sites famosos, houve a falta de mais elementos para garantir a veracidade. Outro fator importante, é que essa notícia não foi datada, para se descrever um fato jornalístico alguns detalhes como local, nome e data fazem toda a diferença.

Por fim a noticia cita como fonte o site 'The Nigerian' o qual não encontrado na web. Na verdade, existe outro site divulgando a notícia que se chama Nigeriana.org, nela é possível encontrar uma mensagem que diz que nada que é publicado no site sem qualquer garantia de ser real. Por fim a imagem utilizada no artigo não tem nenhuma ligação com o fato, e já ficou famosa após circular na internet como capa de outro artigo famoso.

A conclusão

Essa história pode realmente ter acontecido, mas não da forma que está sendo contada. A maioria dos sites e blogs permitem que o próprio leito colabore com algumas informações, por causa disso muitas vezes as histórias e noticias são parcialmente alteradas para fazer sucesso.