O abandono de #Animais é um problema em todo o mundo. Muitas pessoas deixam os animais à própria sorte e muitas vezes fadados a um trágico destino, agindo de maneira completamente irresponsável.

Por isso mesmo, muitos países consideram o abandono um crime e embora não haja uma punição severa que seja a altura de tal atitude, isso ajuda a controlar a irresponsabilidade do ser humano para com criaturas indefesas e que dependem de cuidados.

Apesar de causar indignação às sociedades protetoras, o número de animais abandonados é muito grande e os motivos são variados: o cachorro ficou doente, faz muito coco, não é mais engraçadinho como era quando filhote e por aí vai.

Publicidade
Publicidade

As justificativas são as mais esdrúxulas, o que faz com que a gente acredite que o ser humano é realmente muito cara de pau.

Veja aqui a história da cadela que foi resgatada

Mas, da mesma maneira que existe muita gente ruim e sem coração, uma grande parcela da sociedade se organiza para fazer resgates e salvar animais que são largados por seus antigos tutores.

Uma das raças que sofre grande preconceito, e costuma ser muito maltratada, é o Pit Bull. Devido a sua força muscular, essa raça é considerada “agressiva” e “perigosa”.

Mas a verdade é que quando criado com #amor e atenção, os pit bulls se tornam criaturas muito dóceis e em todos os casos, a agressividade se dá por conta da criação e dos maus tratos.

Um exemplo claro disso é o caso dessa cadela que foi resgatada em uma cidade no exterior.

Publicidade

No vídeo que registra o seu salvamento, é possível ver que os protetores viajaram uma longa distância para chegar até o local do abandono.

A cadela foi abandonada em uma área muito isolada, sem acesso à comida ou água. A intenção de seu carrasco era, com absoluta certeza, deixar o animal definhando até a morte.

Para conseguir atrair a cachorrinha, os protetores compraram um lanche na estrada e começaram a jogar os pedaços de carne para que ela fosse caminhando até eles.

Como estratégia, eles montam uma armadilha com uma gaiola, que conseguiria prendê-la para tirar dali. Então, a equipe de salvamento se afasta para deixar o #animal mais a vontade, e de fato, o cachorro entra na jaula que irá salvar a sua vida.

Depois da captura, começa um longo trabalho para fazer com a cachorra volte a confiar no ser humano. O primeiro passo é dar a ela um nome e mostrar todo o amor que passará a receber. Ela foi batizada de Bunny.

A partir daí, Bunny tem a sua vida radicalizada. Ela passa a viver com outros animais, e entra para um grupo de cães para adoção responsável. Jamais abandone o seu animal e denuncie qualquer tipo de maltrato.