O mundo da música mundial possui um número nada agradável em sua história: o 27. Esta é a idade na qual diversos astros e estrelas partiram deste mundo, deixando para trás seus sucessos que seguem na cabeça de muitos fãs através das canções que ficaram para guardar suas histórias. Confira a seguir 6 artistas que encerraram sua arte na Terra aos 27 anos de idade.

Kurt Cabain

O grande líder da banda Nirvana morreu no dia 5 de abril de 1994, deixando uma legião de fãs desesperadas. Kurt foi encontrado sem vida em sua casa em Seatlle, Estados Unidos, com uma carta de teor suicida e uma arma ao lado, e com alto teor de heroína no sangue.

Publicidade
Publicidade

Mesmo apresentando sinais claros de depressão, tendo inclusive realizado um show com decoração similar à de um funeral, há quem diga que o cantor não cometeu suicídio, e sim, foi assassinado por sua mulher Courtney Love, já que não foram encontradas digitais do artista nem na arma, nem na carta deixada.

Amy Winehouse

A cantora britânica #Amy Winehouse consagrou-se no mundo pop pela sua voz marcante. Ela faleceu no dia 23 de julho de 2011, na capital inglesa, vítima do alto consumo de bebida alcoólica após um período de abstinência.

Desde o início da carreira, Amy era conhecida pela forma exagerada de como consumia drogas e bebidas. Dentre as principais figuras que morreram aos 27 anos de idade, Amy é a mais recente.

Jim Morrison

Líder, compositor e vocalista da banda The Doors, Jim Morrison foi encontrado morto em sua casa na data de 3 de julho de 1971, na capital da França.

Publicidade

A verdadeira causa da morte do artista nunca foi revelada, já que uma necropsia não foi realizada.

Na época do ocorrido, a informação revelada foi de que a causa da morte foi uma parada cardíaca, sendo substituída, anos depois, pela possibilidade de ter sido uma overdose. Além disso, suspeitas de que a CIA estaria por trás da morte de Jim também vieram à tona, já que o cantor era considerado um “agitador”, e pela má influência para os jovens, deveria ser silenciado. Além dele, também foi atribuído à CIA as mortes de Jimi Hendrix, Janis Joplin e Brian Jones, este último que curiosamente faleceu exatamente dois anos antes de Jim Morrison.

Jimi Hendrix

Conhecido como ‘mago das guitarras’, Jimi foi um dos grandes nome de Woodstock. Sua morte foi no dia 18 de setembro de 1970, atribuída na época a um sufocamento com vômito após ingerir tranquilizantes e bebida alcoólica. A hipótese de assassinato pelas mãos da sua então namorada Monika Dannemann também foi levantada, além da teoria citada acerca da CIA.

Publicidade

Brian Jones

Um dos fundadores da banda Rolling Stones ao lado de Mick Jagger e Kieth Richards, Brian faleceu no dia 3 de julho de 1969, um mês após ser afastado da banda pelo fato de consumir drogas em excesso. Jones foi encontrado morto na piscina de sua casa, e devido ao seu histórico com drogas e depressão, foi considerada acidental. Anos mais tarde, surgiu a hipótese de que o artista teria sido assassinado por um empreiteiro que prestava serviços para ele.

Janis Joplin

Símbolo dos anos 60, Janis Joplin morreu por uma overdose de heroína, aliada ao alto consumo de álcool. A data de sua morte foi no dia 4 de outubro de 1970, meses antes de lançar o álbum Pearl, que postumamente veio a lançamento de forma incompleta.

Pelas proximidades das mortes de Janis, Jimi, Jim e Brian, teorias da conspiração foram lançadas e ganharam força, dando grande destaque ao número 27. #Kurt Cobain