Mesmo que, para muitas pessoas, o #Casamento é ainda um sonho a ser realizado, para outras isso já é ultrapassado, pois atualmente, os casais estão demorando cada vez mais para se decidirem em relação a essa oficialização de união.

Segundo uma pesquisa realizada recentemente, as pessoas estão enrolando cada vez mais para subirem ao altar e estão gostando de ficar mais tempo namorando. Tudo para se conhecerem melhor antes de dizerem o tão desejado ‘sim’.

Tal estudo foi feito pelo site de casamentos ‘Bridebook’. Para os pesquisadores chegarem a tal conclusão, tiveram que coletar dados de 4 mil casais heterossexuais recém-casados.

Publicidade
Publicidade

Pelo que descobriram, a maioria deles gastou cerca de 5 anos namorando e 3 anos e meio vivendo junto, antes de oficializar a união. Ou seja, 89% dos candidatos da pesquisa já moravam juntos antes de subirem ao altar.

Através do portal ‘Huffington Post Canada’, pode-se ver também as seguintes informações sobre a pesquisa, que apontou também que os casais de hoje em dia estão deixando para se casar um pouco mais tarde do que os da geração anterior. Sendo que hoje em dia, as pessoas estão ficando noivas, oito anos mais velhas do que as da década de 1970.

As facilidades dos dias mais modernos

Outro fator que também mudou muito nos últimos tempos foi que, hoje em dia, as pessoas se sentem menos pressionadas para se casarem. Cerca de 83% dos candidatos entrevistados afirmaram tal fato.

Outra coisa também é que as pessoas estão se envolvendo em mais números de #Relacionamentos, pois segundo os participantes, a maioria deles já teria se envolvido em pelo menos duas relações sérias antes da atual.

Publicidade

No Canadá, por exemplo, os acordos de direito comum vêm sendo mais usados e estão crescendo mais rápido do que o número de casamentos realizados. Entre os anos de 2006 e 2011, o número de pessoas que vivem de comum acordo oficializadas pela lei cresceu 13,9%, ou seja, é quatro vezes maior do que o número de casamentos, que foi apenas de 3,1%.

Desses que resolveram se casar, 91% só fizeram tal coisa para reafirmarem seus votos, 2% decidiram depois de serem pressionados pela sociedade, 2% por causa de razões financeiras e outros 2% por causa da convivência que já tinham. O que mostra, talvez, que para a atual geração, o amor é a maior razão pela qual as pessoas estão se unindo.

O que um casal deve levar em conta antes de se casar?

Para a especialista em casamentos e conselheira, Wendy Atterberry, todo casal que já está junto há mais de cinco anos deve parar para discutir certos assuntos, antes de partir para o casamento. São eles:

  • As dívidas em comum que terão;
  • Sobre ter filhos ou não;
  • Onde irão morar;
  • Sobre a religião de cada um;
  • Sobre sexo;
  • Como irão dividir os trabalhos domésticos.

Depois disso, a especialista frisa que o casal deve parar e, de um modo individualista, cada um deve pensar se realmente vai querer dormir com uma só pessoa para sempre.

Publicidade

Os dois devem refletir se mesmo assim, vão continuar sendo felizes ou não.

Pois, para ela, colocar um par de alianças realmente não faz com que as pessoas sejam mais felizes do que quando apenas moram juntas. Sendo este, talvez, o grande motivo pelo qual alguns apaixonados estão decidindo esperar por mais tempo, antes de deixar de viverem a magia do #Namoro.