Em um futuro próximo, possivelmente as tatuagens não servirão apenas como embelezamento estético ou para demonstrar seus gostos pessoais e pensamentos que compartilha. Em um futuro próximo, essa forma de arte poderá também ser usada como forma de mostrar o nível de glicose no sangue de pessoas com #Diabetes.

Uma tinta especial para tatuagens está sendo desenvolvida no MIT e em Harvard, e uma de suas promessas é a de mudar de cor em tempo real conforme o nível de glicose no sangue de seu usuário. Quando o nível de glicose ultrapassar o nível considerado normal, a tinta mudará de azul para marrom, fazendo com que seu usuário perceba em tempo real a necessidade da aplicação de insulina, por exemplo.

Publicidade
Publicidade

Evitando assim, que a pessoa necessite passar mal para perceber que o nível de glicose subiu.

A ideia é utilizar esse tipo de tinta em pacientes com diabetes tipo 1 e 2, que são diabetes que podem atingir a população desde a infância até idosos e serve como forma de não ser mais necessária a utilização de aparelhos domésticos que furam o dedo do paciente para fazer o teste de glicose, tornando assim um processo bem menos invasivo de se realizar, já que é feito apenas uma vez.

Essa mesma tinta pretende controlar, mudando para outras cores, o nível de PH do sangue e também o aumento da concentração de sal no mesmo, para pessoa perceber quando está ficando desidratada e tomar água para evitar desmaios ou futuros problemas renais.

A tinta batizada pelos cientistas de Dermal Abyss, possui alguns produtos químicos que, em contato com os fluídos corporais como o suor, mudam de cor dependendo da concentração de glicose, PH e salinidade do corpo.

Publicidade

A tinta ainda precisa passar por vários testes para serem liberadas para testes em humanos. Se esses testes em humanos forem bem-sucedidos, a tinta passa pela aprovação de órgãos competentes para a distribuição e venda para tatuadores licenciados.

O MIT é considerado uma das melhores universidades do mundo. Como forma de provar, o próprio MIT em 2015 liberou algumas de suas conquistas realizadas por seus afiliados desde a sua inauguração em 1861.

No total até 2015, foram 85 ganhadores do Prêmio Nobel, 52 ganhadores da Medalha Nacional de Ciências, 34 astronautas e dois ganhadores da Medalha Fields.

Já Harvard, que está produzindo a tinta especial junto ao MIT, foi fundada em 1636 e atualmente é considerada uma das melhores universidades do mundo e também uma das mais ricas. Harvard é a mais antiga universidade dos Estados Unidos. #Ciência #Tatuagem