Ao longo da vida, enjoamos de tantas #coisas, mas, já parou para pensar o por quê? Enjoamos do trabalho, das roupas, do carro, dos alimentos, de ouvir as mesmas músicas, de frequentar os mesmos locais, e até da mesma rotina. Por qual motivo isso acontece? Por que o ser humano está sempre à procura de novidades?

Veja a seguir, as respostas desses diversos "porquês ".

Por que o ser humano se cansa das coisas?

A maioria das #pessoas veem a mudança como algo necessário. Muitas das vezes, nos cansamos da mesmice e temos prazer pela sensação de descobrir novas possibilidades. Além disso, o estilo de vida atual que a sociedade moderna impõe é um grande incentivador para esse comportamento baseado no "descartável".

Publicidade
Publicidade

Procuramos substituir as coisas o #Tempo todo, somente para garantir o reconhecimento e o status.

As pessoas se viciam em descartar e passam a acreditar que é normal mudar os gostos, de atividades, e até de relacionamentos, de forma constante. Porém, comportamentos desse tipo podem não ser tão favoráveis. Esse vício pode causar transtornos de personalidades e até alguns tipos de psicopatias. Por isso, é recomendável procurar um tratamento para desvendar de onde vem esse sentimento de enjoar de tudo constantemente.

Transtornos relacionados com a atitude de enjoar das coisas e das pessoas

Transtorno de Borderline: Esse transtorno causa ansiedade, baixa autoestima, impulsividade, irritabilidade, e até mesmo instabilidade de sentimentos, e acaba isolando as pessoas do convívio social. Essas pessoas acabam vivendo de uma forma instável e conturbada, pois costumam idealizar bastante os relacionamentos.

Publicidade

Tem um estilo ameaçador e manipulador, e procuram sempre trocar de amigos, trabalho, cidade, entre outros. Ou seja, nunca estão satisfeitos com o que tem e vê sempre a necessidade de mudança.

Personalidade Histérica: Pessoas com essa personalidade têm tendência de influenciar com a opinião dos outros, com as circunstâncias, e buscam sempre se autoafirmar, são impaciente, egocêntricas e imediatistas. Pessoas assim, gostam de sentir recompensadas constantemente, assim, acabam enjoando facilmente das coisas e pessoas. Para esse tipo de pessoa, o tratamento de psicoterapia cognitivo-comportamental é o mais recomendável.

Quando procurar ajuda?

Caso você seja uma pessoa que enjoa facilmente e com frequência das coisas, procure um terapeuta para auxiliar essa condição. A psicoterapia pode ser benéfica, pois, ajuda a enfrentar problemas comportamentais, medo, transtornos e evitam possíveis depressões, entre outras doenças.

Todo comportamento que seja prejudicial, deve ser tratado, portanto, procure um profissional e solicite ajuda.