A jovem #Professora que teve relação sexual com um aluno no banheiro do #avião foi chantageada por outro estudante, que ameaçou expor sua situação se ela não repetisse a atividade sexual com ele. Eleanor Wilson, uma jovem professora de Física, de 28 anos, ficou conhecida pelos piores motivos. A jovem educadora teve um caso com um aluno e foi exposta publicamente após não cumprir chantagem. A professora de Bristol, Inglaterra, envolveu-se sexualmente com um estudante quando estava fazendo uma viagem escolar. Como preço pago pelo ato impensável, ela não poderá lecionar novamente.

O nome da #Escola em questão não foi revelado para proteger os alunos da instituição de ensino.

Publicidade
Publicidade

É conhecida, contudo, a decisão de colégios ingleses de proibir, para sempre, uma professora de lecionar novamente após revelação de casos como esse.

De acordo com o inquérito, que decorreu em tribunal, a professora foi fazer uma viagem escolar com seus alunos e se aproximou de um de seus estudantes, que também não teve identidade revelada. Foi já no regresso à casa que eles começaram a "flertar um com o outro". A professora estaria alterada, por excesso de álcool ou drogas, e foi com o jovem para o banheiro do avião, onde eles teriam iniciado uma relação sexual.

No ano seguinte, ela voltou a se aproximar desse aluno e os dois começaram a se encontrar fora da escola, de acordo com o jornal Bristol Post. A escola tomou conhecimento do caso, mas inicialmente a diretora recusou ceder mais informações, dizendo que "não havia evidências corroborantes".

Publicidade

A professora, a partir de então, começou a ser ameaçada por outro aluno, que enviou uma série de e-mails dizendo que sabia que ela mantinha uma relação com o colega. Ele disse que contaria para toda a escola o que aconteceu, a menos que ela se envolvesse com ele também. Pouco depois, o aluno confirmou para a diretora o relacionamento em questão.

Wilson foi afastada da escola e o caso foi para tribunal. A jovem professora negou o sucedido, mas mesmo assim foi afastada por sua conduta ser considerada "abaixo dos padrões esperados da profissão". Ela foi declarada culpada por uma conduta profissional inaceitável.

A Secretária de Educação da Inglaterra, Justine Greening, pronunciou-se sobre o ocorrido: "A professora Eleanor Wilson está proibida de praticar a profissão e não pode ensinar em nenhuma escola, faculdade, alojamento para jovens relevantes ou casa para crianças."