Publicidade
Publicidade

Primeiramente devemos diferenciar os tipos de sonhos que temos, pois a atividade de sonhar é um ato comum. Os sonhos podem ser classificados de três formas: reflexivos, espíritas ou simplesmente um sonho comum. Os sonhos comuns são aqueles sonhos que refletem a realidade de nossa vida ou nossas intenções, ou ainda das nossas preocupações. Como quando a pessoa vai dormir pensando em alguma comida e sonha com comida. Ou quando terá uma atividade importante no dia seguinte, e sonha que está realizando esta atividade. Ou quando a pessoa se preocupa com algo ou tem medo de alguma coisa e sonha com isso. Já os sonhos reflexivos são pedaços de sua memória, atividades que você já praticou e nem se lembra.

Publicidade

Agora, os sonhos espíritas são atividades realizadas enquanto seu corpo físico esta dormindo.

Nos sonhos eróticos as pessoas podem estar projetando sua própria vontade, um desejo que persistiu no dia, podem está projetando uma lembrança, ou pode ser um ato que está acontecendo realmente enquanto seu corpo físico dorme. Fato é que quando você dorme seu corpo permite a vazão de atividades que lhe cause interesse, ou seja você permite que determinadas atividades aconteçam durante seu sono.

Durante o sono as pessoas não se prendem aos costumes morais ou amarras sociais que controlam as suas atividades realizadas. É durante o #sonho que as pessoas se permitem se mostrar, ser como elas realmente são, por isso pode ocorrer diferenças de personalidade entre o sonho e a vida "real'.

Publicidade

Estudiosos do assunto afirmam que três em cada quatro pessoas procuram sentir prazer enquanto dormem e isso se dá em zonas atrais inferiores. Existem muitas narrativas sobre pessoas que praticam #sexo no período do sono. Espíritos como nós, sendo estes espíritos vampirizadores de energia, dependentes de sexo e que buscam se aproximar das pessoas que sintonizam com eles. A influição acontece porque existe algo em comum entre os espíritos, sendo esta a condição para que os atos aconteçam. Se ocorrer, frequentemente, os sonhos libidinosos indicam obsessão. A obsessão é estimulada pelo próprio obsessor, por não dar atenção aos seus desejos e impensadamente atrair o espírito obsessor. No início este procedimento é gerador de prazer e ao que parece inocente. Com o passar dos dias, este processo se torna cada vez mais real, mesmo estando em estado de sono físico, tornando a sintonia com o espírito plena. Mas o que muitos ainda não sabem é que esta projeção astral e ligação com outros espíritos pode gerar implicações seríssimas.

A pessoa que realiza a projeção consciente, reconhece que não se trata de um sonho, de tal maneira tangível quanto qualquer outra ação realizada no plano físico.

Consciente ou inconsciente deve se manter a vigília para afastar atos que vão contra nosso espírito imortal, pois se é de modo igual a criatura dormindo ou despertado. #espiritismo