Crystal Linn está recebendo várias críticas, na internet, após um #Vídeo de sua filha se ter tornado #Viral. As imagens mostram o momento em que Crystal levou sua filha Emily para furar a orelha. A polêmica está no fato de a menina ter somente 4 meses e o vídeo ser angustiante perante todo o sofrimento da bebê.

São várias as pessoas que não concordam com essa tortura a uma criancinha tão pequena, enquanto que Crystal apresenta a sua defesa pessoal. A controvérsia já é bem antiga. Afinal, devem ou não os pais decidirem furar a orelha das suas filhas?

A verdade é que colocar brincos nas bebês se tornou um pouco como uma tradição.

Publicidade
Publicidade

No entanto, muitas pessoas alertam que as bebês não querem nem saber dos brincos e que isso é pura vaidade dos pais, que não pensariam, em momento algum, no que a menina pretende. Para muitas pessoas, os pais deveriam aguardar que as filhas crescessem e só aí se decidirem por furar ou não a orelha.

Porém, do outro lado da controvérsia, muitos acreditam que é melhor furar logo quando é bebê, para não se lembrarem mais disso. É o caso de Crystal, que acredita ter tomado a decisão acertada, quando furou a orelha da pequena Emily.

Foi ela quem divulgou o vídeo, que conta já com mais de quatro milhões de visualizações. Nas imagens, Emily aparece bem disposta e muito sorridente, enquanto que estão fazendo a marcação em sua orelha, até que a #mãe segura sua cabeça, para que ela tenha a orelha furada.

Publicidade

Esse momento é doloroso de olhar, com a menina gritando muito alto, perante os risos dos presentes, que até parecem um pouco insensíveis, apesar da dor da bebezinha, nada confortável. Crystal, de 34 anos, contou que decidiu fazer isso porque, mais tarde, o risco de infeção aumenta. De acordo com a mãe, a idade ideal para furar a orelha é quando é bebê, porque quando as crianças estão mais crescidas, entre os 5 e os 10 anos, tendem a mexer mais na orelha, aumentando o risco de contrair infeção. Crystal contou ainda que Emily está agora muito feliz com seus brincos.

Não tardaram os comentários e reações a esse vídeo. Karen Telford Shaw disse: "Cruel, apenas cruel. Espero que a mãe esteja feliz colocando sua linda filha nesse trauma", enquanto que Verity Miller disse: "Por que você quer causar a dor do seu bebê quando se destina a ser mãe, que os protege? Deixe-os escolher quando tiverem idade suficiente!".

Outros pais, como Karen Needham, disseram mesmo que isso deveria ser ilegal. "Outra coisa que precisa ser ilegal até que a criança possa decidir por si mesma. É abuso, puro e simples", disse Karen.

Porém, outros pais concordam com essa mãe. Rebekah, por exemplo, disse que sua filha, Maddison, só chorou por uma fração de segundo e agora está adorando seus brincos.

Assista ao vídeo da pequena Emily: