O mundo é muito grande e cheio de casos que nos deixam boquiabertos. Alguns são tão escondidos que não sabemos nem que acontece; outros são explícitos por serem absurdos. Todos conhecem o menino fumante indonésio, que tragava mais de 40 cigarros por dia. A história se tornou bastante famosa em 2007. O que poucos sabem é como o garoto está atualmente.

Mesmo parecendo algo muito fora da realidade, Ardi Rizal era realmente uma #criança fumante. O menino ficou conhecido com o seu vício e chegava a fumar até 40 cigarros por dia.

Em seu lar, o garoto brincava como uma criança comum de qualquer parte do mundo. Ele brincava com seu carrinho no quintal, mas sempre soltava uma baforada de fumaça pelo ar.

Publicidade
Publicidade

O que no mundo todo seria abominado por ser com uma criança, a família sabia que era um hábito rotineiro e não se preocupava.

O garoto ganhou seu primeiro cigarro com 1 ano e 6 meses de vida, dado pelo seu pai. Não imaginava que tão rápido fosse tomado pelo vício, levando a família a um grande impacto. O jovem fumante se tornou notícia mundo afora, causando interferência do governo local. No país, é comum ver jovens fumantes. De acordo com os dados de agência de estatísticas, cerca de 25% das crianças entre 3 e 15 anos são fumantes.

Ardi mais velho:

Anos mais tarde, temos a notícia de que o garoto largou o cigarro, depois de muito esforço da família e de investimentos do governo. Porém, ele adquiriu outro vício. O vício por comer comidas gordurosas.

Submetido à acompanhamento psicológico, o menino conseguiu emagrecer e hoje leva uma vida mais saudável. O indonésio frequenta a escola, faz refeições balanceadas e está longe dos cigarros há mais de oito anos.

Exemplo nesta história: O pai de Ardi deu um cigarro para um bebê de menos de 2 anos de idade.

Publicidade

Como qualquer criança, Ardi não teria noção do que faz bem ou mal e logo se viciou. A família ficou em choque por algo que poderia ser evitado e era extremamente previsível. #mudança