O uso do capacete é uma prática obrigatória em vários lugares. Mas, independente da obrigatoriedade, as pessoas deveriam considerar todos os riscos aos quais são submetidas quando andam de motocicleta, bike ou mesmo trabalham sem capacete.

A cabeça é um dos pontos cruciais do corpo humano. Uma lesão nessa região pode se tornar fatal, ou deixar duras sequelas para o resto da vida. Por isso mesmo, para praticar esportes radicais ou usar transportes arriscados, é indicado o uso da devida proteção craniana.

Além disso, existem os capacetes que são usados em canteiros de obra ou em outros ambientes de trabalho, responsáveis por manter os profissionais seguros durante a execução de suas funções.

Publicidade
Publicidade

Para ciclistas também é essencial o uso do assessório. Em 2014, um campeão olímpico se recusou a usar o seu capacete durante um programa de TV porque, segundo ele, isso torna o esporte menos assustador e estimula que outras pessoas pratiquem o esporte.

Mas muitos debates foram levantados, afinal, uma simples queda de bicicleta pode representar um grande risco se a cabeça estiver desprotegida.

Aumento de motociclistas aumenta também o número de vítimas em #acidentes

É claro que dirigir um carro, ou mesmo andar a pé por uma grande cidade, também representa diversos riscos. Mas, o fato de estar em cima de uma moto ou bike eleva os riscos a várias potências. É importante considerar que o seu corpo está completamente exposto, diferente das pessoas que estão dentro de um carro, e podem ser protegidas de um impacto.

Publicidade

Alguns estudos apontam que o uso correto do capacete pode diminuir em até 70% o risco de traumatismo crânio-encefálico, e 65% de traumatismo da face.

O trânsito intenso em cidades grandes faz com que muita gente escolha a moto como meio de transporte, pois com elas é possível contornar o congestionamento. Mas, com isso, aumentou drasticamente também o número de vítimas fatais por conta dos acidentes.

Além de colocar a própria vida em alto risco, a pessoa que não usa capacete está sujeita a pagar multa por infração grave, e perder vários pontos em carteira.

Viseira é parte importante do capacete, e também pode ajudar na prevenção de danos

Outra parte importante do capacete é a viseira, que pode proteger contra graves lesões na região do rosto e principalmente dos olhos, protegendo contra estilhaços ou qualquer coisa que possa danificar a visão.

Transitar com a viseira levantada, ou sem ela, pilotando ou com um carona na moto também representa infração grave sujeita a pagamento de multa.

Publicidade

Como prova da importância do uso desse tipo de objeto, separamos algumas fotos de capacetes após colisões e acidentes de trabalho, que provam a eficácia desses assessórios na proteção do crânio e da face.

Separamos algumas fotos que mostram como o capacete pode literalmente salvar a vida de uma pessoa, confira.

1 - Imagine se ele estivesse sem capacete?

2 - A viseira salvou a vida desse outro.

3 - Um tiro de raspão.

4 - Forte queda

5 - Esse caiu e se arrastou por vários metros na pista.

6 - Imagine o tamanho do estrago.

7 - A gravidade do acidente foi tão grande que o capacete se partiu.

8 - Mais um acidente que prova o quanto a viseira é importante para o motociclista.

#transito #Segurança