Brooke Shields [VIDEO] foi um ícone durante as décadas de 80 e 90. Ficou famosa quando adolescente, por ser uma das modelos mais fotografadas da época, porém, conheceu o ápice de sua carreira após estrelar o filme mundialmente famoso “#A Lagoa Azul”.

Depois de “A Lagoa Azul”, Brooke realizou diversos trabalhos para o cinema e para a televisão. Os destaques ficam para sua aparição na famosa série televisiva Friends (1994-2004), onde ela interpreta Erika, uma fã louca pelo personagem Joey, interpretado por Matt LeBlanc. Apareceu também com um personagem na série policial “Law & Order”, em 2006.

Fez aparições também na série “Two and a Half Men”, “Hannah Montan” da Disney, “Scream Queens” e até marcou presença em um especial de dia dos namorados da Netflix, chamado “Michael Bolton’s Big, Sexy Valentine’s Day”.

Publicidade
Publicidade

No cinema, após o sucesso de “A Lagoa Azul”, participou de filmes como “Amor sem Fim”, de 1981, e “Os Muppets Conquistam Nova York”, de 1984.

Atriz de "A Lagoa Azul" não gosta de ser reconhecida como "ícone de beleza"

Recentemente Brooke declarou que não gosta de ser reconhecida apenas como um “ícone de beleza”, alegando que ninguém pode desafiar sua inteligência. A atriz americana estudou na Universidade de Princeton, formando-se em Literatura Francesa e realizando uma tese que analisava os filmes de Louis Malle (1932-1995).

Além disso, Brooke passou por relacionamentos com grandes personalidades famosas, como Michael Jackson (1958-2009), o famoso “Rei do Pop”, e com o tenista norte-americano Andre Agassi. Atualmente, com #52 anos de idade, a celebridade está com o produtor e roteirista Chris Henchy, com quem é casada desde 2001, tendo duas filhas, Rowan Francis, que nasceu em 2003, e Grier Hammond, que nasceu em 2006.

Publicidade

Depressão pós-parto

Brooke [VIDEO]ainda teve depressão pós-parto, o que levou a atriz a ter pensamentos suicidas. Inclusive lançou um livro que conta sua experiência com a doença. Em “Depois do Parto, a Dor: minha experiência com a depressão pós-parto”, Brooke relata seu sofrimento, dizendo como se sentia uma péssima mãe, ou como ficava se perguntando sobre o motivo de ela chorar mais que o bebê. Após a ajuda com terapia e medicamentos, Brooke superou toda a melancolia que a rodeava e a deixava aflita.

O grande sucesso da carreira da americana continua sendo “A Lagoa Azul”, filme pelo qual é mais lembrada, entretanto, pode-se dizer que a celebridade teve uma carreira de fato prestigiosa, marcando presença em famosos filmes e séries de televisão, além de, claro, ter vencido uma doença psicológica que preocupa muitas mulheres ao redor do mundo. #Brooke Shields