Um jovem de 22 anos foi encontrado sem vida e os contornos de sua morte são bizarros. David Brown morreu na Flórida, Estados Unidos da América, durante uma tentativa de compartilhar alguma intimidade com sua #Cobra. O jovem foi encontrado nu, e enrolado pelo animal, que a polícia confirmou se tratar de uma #Anaconda, e que pertencia a esse jovem. Seus amigos descrevem David como um amante de animais e, por essa razão, ele tinha esse perigoso animal, que estimava.

De acordo com a imprensa local, o jovem foi descoberto em sua casa por um amigo seu, que ficou chocado com o cenário encontrado. Foi ele quem chamou a polícia, dando o alerta para um caso incrível.

Publicidade
Publicidade

A polícia revelou no relatório do incidente que precisaram de várias horas para separarem o réptil do corpo do homem. Também o relatório forense traz algumas revelações mais detalhadas sobre um momento que se supõe ter sido o de maior intimidade. "O jovem mostrava uma ereção completa e tinha penetrado profundamente os órgãos genitais do animal", escreveu o médico legista que analisou o jovem, após a sua morte.

Um amigo revelou que tinha conhecimento desses gostos de David. Afinal, sua paixão pelos animais ia bem mais longe do que o normal carinho e afeto que as pessoas nutrem por seus animais de estimação. Esse jovem tinha um gosto doentio pelos mais estranhos animais. No entanto, o amigo não suspeitava que pudesse ser tão grave assim. "Eu sabia que ele gostava de bestialidade e asfixiofilia, mas eu nunca pensei que seria tão errado", disse.

Publicidade

O amigo revelou ainda que David lhe havia revelado que fazia isso com os animais, mas que eles desfrutavam do sexo tanto quanto ele. "Ele sempre me disse que não machucava ninguém e que os animais gostavam tanto do sexo como os seres humanos, e que era algo consensual. Quem sou eu para julgar?", acrescentou esse amigo, que ficou bem abalado com a perda de seu amigo.

David Brown tinha uma variada coleção de animais de estimação. Em sua casa, ele tinha vivendo com ele, cães, gatos, tarântulas, cobras, escorpiões, tartarugas e um porco bebê. De acordo com as declarações do amigo, é possível perceber que ele compartilhava mais do que carinho com os bichos. Dessa vez, sua experiência sexual terminou muito mal, mas nem foi a primeira vez que ele teve um incidente que correu mal. O jovem já havia sido levado para um hospital, em outubro do ano passado, depois que um gerbil doméstico, que é um roedor, "acidentalmente perfurou seu ânus e mordeu o trato intestinal", de acordo com familiares. #EUA