Mesmo com todos os avanços da sociedade, falar sobre relações sexuais [VIDEO] de forma aberta ainda acaba sendo um assunto taxado como uma espécie de tabu. Seja por vergonha ou medo, privar-se de conversar e esclarecer dúvidas sobre relações sexuais é um risco a correr, pois, por mais que se pareça simples, há algum cuidados importantes que devem ser tomados.

Conhecer bem o parceiro, usar preservativos, esses detalhes todos já estão cansados de saber, mas muitos esquecem que, além disso, há procedimentos que devemos realizar após a relação. Ao contrário do que muitos pensam, os cuidados não são apenas para antes ou durante o ato em questão.

Publicidade
Publicidade

Confira aqui atitudes que não podem ser feitas após a relação sexual.

Esquecer de urinar: Durante a relação, o órgão reprodutor masculino fica, obviamente, em constante contato com o órgão feminino, de forma que algumas bactérias podem ficar na região da vagina e acabarem sendo empurradas para dentro, gerando a oportunidade do aparecimento de uma infecção urinária. Por isso, é recomendado que as mulheres façam xixi depois do sexo.

Isso não significa que logo após a relação é obrigatório levantar-se e dirigir-se até o banheiro. Não existe uma necessidade imediata, mas os #Médicos especializados afirmam que é recomendado esvaziar a bexiga em no máximo 1 hora após a relação.

“Foi bom?”: Deixando um pouco de lado os cuidados que envolvem a higiene, existem também certas coisas consideradas dispensáveis após a relação sexual.

Publicidade

Questionar o parceiro ou parceira se o sexo foi bom ou não acaba muitas vezes desanimando, ou sendo um motivo de chacota eventualmente. Muitos ainda alegam que esse tipo de pergunta “quebra o clima”. Cada relação é única, o que faz da intimidade de cada casal única também. Portanto, esse tipo de pergunta definitivamente não é necessária logo após o sexo.

Dormir com lingerie: Após o sexo é comum o casal se vestir. Contudo, se a roupa intima da mulher não for feita de algodão, a melhor medida a tomar é dormir sem ela. Tecidos sintéticos prejudicam a vagina após o sexo, não a deixando respirar e facilitando o proliferamente de bactérias na região intima feminina.

Lavar as partes íntimas com sabonete: Falando em aspectos higiênicos, é provável que muitos achem que tomar banho após a relação sexual é o mais indicado e prudente, mas, para as mulheres, existe um risco nessa ação. Dependendo dos componentes químicos presentes no sabonete, o órgão feminino pode ressecar e sofrer irritações.

Usar lenços umedecidos: Os famosos lencinhos umedecidos parecem ser a solução para todo o tipo de problema que envolva o âmbito higiênico.

Publicidade

Porém, eles apresentam uma composição que traz álcool e outros elementos com óleos e aromas artificiais, ou seja, o uso de lenços umedecidos com o intuito de higienizar a vagina após o sexo pode gerar uma grave alergia.

Os cuidados [VIDEO]são diversos, sejam eles higiênicos ou éticos, mas o mais importante a se fazer é não tomar medidas precipitadas, sem uma prévia consulta do que é prudente ou não de se fazer após uma relação sexual. #sexy