Publicidade
Publicidade

Todos já passamos por momentos de #carência ao menos uma vez na vida. Há algumas fases em nossa vida que inevitavelmente passamos por momentos de carência, seja um período de pouca confiança, baixa autoestima ou quando terminamos um relacionamento.

A carência pode ser resultado de algum trauma de infância ou alguma frustração recente vivida pela pessoa. Todo indivíduo tem seus períodos de carência ao longo da sua vida. Porém, quando é um sentimento constante, deve-se estar alerta.

Para entendermos melhor os motivos que levam uma pessoa a ser ou estar carente, listamos cinco comportamentos que só pessoas assim têm. Veja a lista:

1 – Baixa autoestima

De acordo com especialistas, quando uma pessoa se sente bem quando está na companhia do seu parceiro, mas na ausência dele sofre de carência, o problema é baixa autoestima.

Publicidade

É como se a pessoa buscasse na outra o que não sente em si mesma, é uma dependência muito forte e prejudicial.

Pessoas carentes com medo de tomar um fora exigem muito do seu parceiro, querem a todo momento que eles provem que as amam. Desse modo, se tornam possessivas e pegajosas, necessitando uma atenção intensa que não irão conseguir. Quem passa por isso teme a solidão. Quando tem alguém, age dessa forma com receio de perder.

2 – Pais inseguros e inconstantes

Uma criança que cresce em um ambiente de pessoas positivas vai ser adulto com uma visão positiva sobre ela própria e sobre a vida. Do mesmo modo, crianças que crescem em ambientes em que os pais são pessoas inseguras e pessimistas, seus filhos, consequentemente, serão adultos emocionalmente instáveis.

Assim, pais com a personalidade inconstante, que um dia estão carinhosos e no outro dia estão ríspidos com a criança, fazem com que ela se sinta ansiosa por nunca saber o que vai receber.

Publicidade

Quando adulta, torna se uma pessoa insegura, ciumenta, possessiva e grudenta.

3 – Superproteção na infância

Nem só a falta de atenção e carinho faz com que um indivíduo se torne carente. O excesso também pode causar esse mal. Quando alguém na infância foi superprotegido e mimado, quando adulto, não consegue ser autossuficiente e precisa sempre outras pessoas para sentir-se feliz.

4 – Rompimento traumático

É chamada fase de carência situacional. Sem surge com origem mais recente, é mais fácil de ser superada, como por exemplo, o rompimento de uma relação.

5 – Situações de desamparo

Segundo especialistas, a carência pode surgir em situações como a perda do emprego, notícia inesperada, ou até mesmo o falecimento de um ente querido. Qualquer caso que venha deixar uma pessoa angustiada poderá levá-la à carência. #relaçao #psicologia