A #cremação é um método de dispor do corpo [VIDEO]de uma pessoa falecida, reduzindo-o a componentes básicos como cinzas, certos minerais e gases. Embora desencorajado por Igrejas - como a Católica - que preferem a velha prática romana de sepultar os corpos, a cremação vem se tornando uma prática cada vez mais comum.

Embora o comum seja guardar as cinzas resultantes [VIDEO]em uma urna ou espalhá-las - talvez em um lugar que tenha tido significado especial para o falecido (o músico Renato Russo, por exemplo, pediu que suas cinzas fossem espalhadas em um jardim florido - a família espalhou-as em um jardim do sítio Burle Marx, na zona oeste do Rio).

Publicidade
Publicidade

O ator James Doohan, que se tornou célebre interpretando o papel do engenheiro Montgomery Scott na série original de Jornada nas Estrelas, teve parte de suas cinzas lançada no espaço por um foguete da empresa SpaceX. Alguns vivos desenvolvem uma relação esquisita com as cinzas de seus mortos. O Rolling Stone Keith Richards, por exemplo, garantiu ter cheirado/inalado parte das cinzas de seu pai.

Uma outra opção para quem tem a tarefa de decidir o que fazer com os restos de um ente querido é usá-los como matéria-prima de #diamantes artificiais. Isso pode ser feito porque o carbono, elemento de que são feitos os diamantes é um dos elementos mais abundantes do corpo humano - e nos seres vivos de modo geral.

O processo de criação dos diamantes feitos à base de cadáver começa com o processo normal de cremação, que costuma deixar entre cinco e dez quilos de cinzas, a maior parte delas carbono.

Publicidade

As cinzas resultantes da cremação são purificadas de modo a que 99% delas seja carbono e apenas 1% seja formado por outros elementos, dos quais o principal é o boro. É a presença do elemento boro o responsável pela coloração de azul de alguns diamantes naturais. Ela também tem esse efeito nos diamantes produzidos a partir de cinzas. O azul da pedra resultante será tão mais escuro quanto maior for a presença do boro nela.

Os diamantes são criados na natureza quando o carbono se encontra sob condições de altas temperatura e pressão. Para produzir os diamantes artificialmente, são usadas máquinas que produzem altas pressões e altas temperaturas. As cinzas levam semanas nessas máquinas até que se tornem diamantes brutos. Depois disso, o cliente pode optar por levá-los assim mesmo ou lapidá-los. Muitas pessoas já devem ter ouvido como incentivo que elas são diamantes que só precisam ser lapidados. Em vida, isso pode ter sido verdade ou não. Depois da morte, com certeza, pode ser arranjado.