Um assunto que tem tomado conta da internet [VIDEO] nos últimos tempos e que tomou uma proporção ainda maior com a personagem “Ivana”, do folhetim global “A Força Do Querer”, é a complexa questão das pessoas trans.

É chamado de #Transgênero aquela pessoa que não se identifica com o sexo de nascença, como o exemplo de Ivana, que nasceu num corpo feminino, mas não se identifica e não se sente mulher. Ela se identifica como homem.

Para que seja atestada a transgenia, são necessários inúmeros exames e consultas com equipes especializadas em transição de gênero.

Um caso vem chamando a atenção na internet. Jamie Wilson é um homem norte-americano que parece mais um galã de novela.

Publicidade
Publicidade

Mas Jamie é um home trans, ele nasceu com a genitália feminina, mas, ao crescer, foi entendendo que não se identificava com aquela aparência e nem com seu sexo.

No ano de 2015, Jamie tomou coragem e partiu em busca de sua transição, causando um grande choque em sua família e amigos.

Em sua conta na rede social no #Instagram, onde conta com mais de 300 mil seguidores, ele contou que, no começo, tinha medo de assumir, e que não dava nenhum “sinal”, que é a forma como as pessoas se referem a quem dá alguma demonstração de que não se identifica com o próprio sexo.

Depois de fazer tratamento com o hormônio masculino “testosterona”, algumas cirurgias e muito treino na academia, Jamie conseguiu alcançar o resultado que esperava e se enxergar no espelho como se sente em seu interior.

Apesar de ter alcançado uma aparência totalmente masculina, algumas pessoas que conviviam com ele antes da transição não viram sua mudança com bons olhos e alegaram que ele era “uma mulher muito feminina”, para ter se tornado homem.

Publicidade

Jamie, em entrevista concedida a revista “Cosmopolitan”, diz que hoje a maioria de seus amigos são pessoas trans que conseguem compreendê-lo. “Perdi minhas família [VIDEO] e grande parte dos meus amigos antigos. Mas também aprendi a reconhecer quem realmente se importa comigo".

Jamie diz que, por ironia, hoje seus atuais amigos, também acham que ele está ficando masculino demais, contrariando o que pensam os outros. Jamie conclui com isso que as pessoas precisam ser aquilo que elas sentem que são, independente do que acham os outros.

Hoje, muitas pessoas se inspiram com a história de Jamie e através de duas redes sociais, ele tira dúvidas e anseios de milhares de pessoas trans, tanto nos Estados Unidos, quando no mundo inteiro.

#LGBT