Um vídeo que mostra a suposta [VIDEO]extração de cravos de uma orelha está se espalhando na internet e também causando polêmica. Muitos sequer acreditam que as imagens são reais e acham que se trata de uma montagem, mas não é nada disso. A mensagem correta do vídeo deveria soar como um alerta àqueles que o assistem.

Muitos podem até se recusar a assistir por asco ou repulsa, mas se trata de um conteúdo verídico. A verdadeira pergunta que deve ser feita é: “Como chegou a tal ponto?” Isso para que no futuro não seja necessário passar por essa situação. A maioria das pessoas tem tendência [VIDEO]a virar a cara, mas o problema deve ser encarado de frente.

Publicidade
Publicidade

É importante saber que um estudo de publicado em 2013 aponta que no ano de 2010 a acne afetou 650 milhões de pessoas ao redor do mundo e a partir disso concluíram que a acne é a doença que ocupa o oitavo lugar no ranking de doenças mais comuns em todo o planeta.

Lembrando que vários produtos cosméticos possuem na composição a própria queratina, como cremes, xampus, etc. Mas isso não significa que esses produtos não devem ser usados, mas tudo deve ser passado pelo crivo de um dermatologista. Profissional que pode inclusive indicar quais produtos são mais recomendados para o tipo de pele, existem pessoas com peles mais e menos oleosas, portanto, provavelmente vão utilizar produtos diferentes. Como diz o ditado “Cada caso é um caso”.

Com relação aos cuidados no processo de higienização, o ideal é lavar o rosto duas vezes ao dia, pode ser ao acordar e antes de dormir, mas o sabonete mais indicado a ser usado pelos especialistas é um antibactericida ou que tenham em sua composição o ácido salicílico.

Publicidade

O ácido salicílico possui propriedades que o deixam em posição de destaque no combate a acne, como as suas propriedades esfoliantes, que facilitam o combate a acne e deixa a pele mais fina, que é o contrário do que o excesso à exposição de raios solares fazem.

Suas propriedades diminuem a formação de entupimentos e consequentemente isso diminui a formação de cravos, removendo da pele o excesso de células mortas (esfoliação) e pode-se dizer que regula o sebo, portanto tem propriedades seborregulatórias.

Não é raro que além de procurar o auxílio de profissionais da área da dermatologia, as pessoas com casos mais graves também podem necessitar de auxílio psicológico. Muitos não sabem o quão grave casos de exclusão social podem ser, mas a psicologia trata dessas questões geralmente depois que o paciente já sofreu.

O ideal é participar de uma sociedade justa e esclarecida, que busca e anseia por informação, para que as pessoas que sofrem com acne também não precisem sofrer com exclusão social, em uma sociedade onde a depressão é uma das doenças mais graves.

Vídeo:

#Bizarro #cravo #Tendências