Todo ser humano precisa se alimentar. Nós brasileiros estamos acostumados com o arroz, feijão, pizza, macarrão,etc. Mas existem pratos em outros locais do mundo que nunca pensaríamos em comer (ou teríamos muito nojo). Por isso, separamos uma lista com quatro #alimentos estranhos [VIDEO], exóticos, ou impensáveis dentro da nossa cultura, mas normal para outras.

Carne de cachorro

Esse provavelmente, apesar de estranho, é um dos mais conhecidos (e polêmicos) de nossa lista. A carne de cachorro é consumida em países asiáticos, tendo até um festival de culinária que acontece no meio do ano na cidade de Yulin na China. A boa notícia para nós que estamos acostumados a imaginar cães como mascotes e não como alimento é que seu uso diminui cada dia mais.

Publicidade
Publicidade

Atualmente o maior consumo e feito por pessoas mais velhas e tradicionais (principalmente na Coreia do Sul).

Carzu Mazu

Tradicional da Sardenha, país no Mar Mediterrâneo próximo a Itália. De primeira olhada parece um simples queijo de textura macia, mas nele não tem apenas leite. Para conseguir o ponto certo de degustação, os criadores introduzem na mistura larvas vivas de moscas da espécie Piophila Casei. Já dentro do produto elas liberam ácidos de seu sistema digestivo que quebra os lipídios do queijo.

Uma curiosidade é que a pessoa pode escolher comer com ou sem os vermes. Caso não queira, o produto é colocado dentro de um saco vedado. Com isso as larvas saem do queijo a procura de oxigênio mas acabam morrendo no processo. Dizem que esse processo produz um barulho que lembra um estouro de pipocas.

Publicidade

Farofa de Iça

O Brasil também tem lugar nessa lista. Na região sudeste (principalmente no Vale do Paraíba – SP) é produzida uma farofa com a formiga rainha da Sauvá, conhecida pelos índios com Iça, ou Tanajura (como é popularmente conhecida). O preparo é relativamente simples: do inseto é usado apenas a bundinha (que é bem protuberante) e misturado com os outros ingredientes.

Também há duas curiosidades sobre a Tanajura. A primeira é de sua aparição pode representar o início de um longo período de clima seco. Já o segundo fato curioso é que, de acordo com a sabedoria popular, o consumo da Iça previne doenças nos olhos.

Pepino do Mar

Para encerrar temos esse fruto do mar que a primeira vista lembra algo com formato fálico. O pepino do mar é bastante consumido, chegando a ser considerado um produto gourmet na Coreia do Sul. Seu consumo pode ser feito com ele frito acompanhado com vegetais ou cru. Na China ele também possui usos medicinais. Segundo a medicina popular ele possui propriedades que curam a artrite, impotência, aliviam dores no corpo, doenças renais e até ajuda no tratamento do câncer no estômago. #desafio