Publicidade
Publicidade

Lauren Adderley, uma bonita loira de 21 anos, enganou a todos durante mais de dois anos. A jovem inglesa criou um disfarce para enganar e controlar o namorado, proibindo-o de ver outras mulheres. Ela manipulou o jovem [VIDEO]de tal forma que ele chegou a acreditar que estava em uma esquema policial e que estava mesmo no centro de uma perigosa investigação, durante anos.

Seu antigo parceiro, Mitchell Lloyd, de 22 anos, acreditava no que ela dizia para ele e acabou arruinando sua vida social. Agora, a jovem cumprirá pena de prisão por oito meses, após toda a verdade ser revelada, no tribunal de Shrewsbury, na #Inglaterra.

Que história incrível a desse rapaz, que pensava que estava sendo perseguido e investigado e que, com isso, foi se afastando de todos os seus #amigos.

Publicidade

No entanto, nada disso era verdade e foi tudo um esquema que ela imaginou e fez para evitar que ele visse outras mulheres. Por isso, sempre que ele tinha algo combinado com amigos, ela o impedia de sair, mas a forma como ela o fazia é quase inacreditável.

Ela fazia se passar por vários policiais, entrava em contato com ele para falar que ele não podia sair, sendo mesmo ameaçado com prisão e tendo a segurança de seus amigos igualmente ameaçadas.

A jovem fingiu ser policial para impedir Mitchell de ver seus próprios amigos e outras garotas, ameaçando ele com ações legais se ele não cumprisse. Ela também fingiu ser seus próprios amigos e conseguiu castigá-lo por ele ver outras mulheres, quando ele tentou iniciar novos relacionamentos.

Um tribunal ouviu a ex-assistente de administração, que acabou perdendo o emprego na quinta-feira passada (31), e não teve dúvidas em declarar prisão após todas as maldades que ela fez para seu ex-namorado.

Publicidade

A jovem contou como se envovleu com Mitchell, em setembro de 2014, mas que ele terminou tudo dois meses depois. Por essa altura, ela já havia contado para ela que já havia sido vítima de um crime.

Como ela enganou seu namorado

Foi nesse ponto que ela começou assumindo a personalidade do policial Robert Hay. Entre dezembro de 2014 e 13 de fevereiro deste ano, Adderley entrou em contato persistentemente com sua vítima usando três endereços de e-mail pertencentes a oficiais que ela inventou. Ela também criou duas contas falsas do Facebook fingindo ser seus próprios amigos, e as usou repetidamente para criticá-lo por ele se relacionar com outras garotas.

Ele finalmente foi à polícia em fevereiro deste ano depois de confiar na palavra de colegas de trabalho. No tribunal, a jovem escutou o juiz Peter Rouch dizendo para ela: "Durante dois anos você controlou a vida de Mitchell Lloyd, na medida em que você lhe disse onde ele poderia ir e com quem ele poderia sair. Você assumiu os personagens de vários policiais diferentes em uma tentativa de controlar a vida do Sr. Lloyd. Ele tinha entre 18 e 22 anos neste momento, e ele cumpriu o que você lhe disse para fazer". #relaçao