Publicidade
Publicidade

É natural a mulher deixar sua região íntima sempre bem limpa e saudável. Muitas mulheres não imaginam que a coceira irritante que aparece na região da vulva é causada pela alergia ou #Candidíase. Quando a coceira é causada por uma alergia, é comum que surjam irritações na parte externa da vulva. O que grande parte das mulheres não sabe é que o hábito de usar calcinhas e calças jeans fabricadas de tecidos sintéticos pode auxiliar no surgimento de alergias indesejadas e aumentar muito a coceira.

Por outro lado, quando a irritação se encontra na parte de dentro da região íntima, normalmente ela é causada pelas bactérias e fungos presentes no local, e ocasionam também inchaços e corrimentos com odor desagradável.

Publicidade

Na maioria dos casos, a coceira é resultado da candidíase que, de fato, está relacionada ao desiquilíbrio da flora vaginal.

Outros sintomas comuns da candidíase

  • Coceira insuportável na parte de dentro e de fora do sistema reprodutor da mulher;
  • Corrimento branco com aspecto idêntico ao de leite coalhado, com ou sem mau cheiro;
  • Dores intensas no momento de urinar.

Tratamento caseiro para amenizar a coceira na região íntima

É muito importante que a mulher lave bem a região íntima com sabonete neutro. Depois de ter feito a higienização do local, o ideal é usar chá de alecrim e sálvia, por exemplo. Essas ervas têm em suas composições um elemento natural que é capaz de eliminar todos os fungos e bactérias e impedir que elas se proliferem na região da vulva.

Como a coceira é tratada nos seguintes casos

Candidíase – Nesse caso, podem ser usados para o alívio da coceira, os antifúngicos orais e pomadas que têm como finalidade acabar com a candidíase como Clotrimazol ou Miconazol com prescrição médica.

Publicidade

Algumas mulheres têm alergia a vários tipos de produtos químicos, como o cloro. Desse modo, quando a mulher toma banho de piscina é fundamental que ela faça a higienização da região íntima com sabonetes neutros, para que possa remover os resíduos de cloro da região. Caso contrário, ficará mais fácil o surgimento de fungos e bactérias.

Doenças sexualmente transmissíveis – É de extrema importância marcar uma consulta com um especialista. Assim, exames serão realizados para verificar o que há de errado. O tratamento começa com antibióticos ou antivirais adequados.

Em qualquer um dos casos citados, se a coceira durar mais de uma semana ou surgirem outros sintomas, como inchaço da região ou corrimento com mau cheiro, é aconselhado ir ao ginecologista para identificar a causa e iniciar o tratamento adequado.

Lembre-se de deixar o seu comentário. Sua opinião é muito importante e nos ajuda a debater temas de relevância para a nossa sociedade. #tratamento eficaz