Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, é considerado o 'Rei do Futebol' brasileiro e mundial. Ele esteve nos torneios mais importantes e fez muitos gols. No entanto, a vida de Pelé acabou ficando mesclada pelas confusões do seu filho, Edson Nascimento. Os fãs do futebol viram 'Edinho', como é conhecido, crescer e também entrar para a vida do crime, mas você não conhece os maiores segredos dele.

Edinho, o filho de Pelé, teve vida complicada e praticamente sempre longe do pai

A falta de carinho na vida de 'Edinho' talvez ajude a explicar o que ele se tornou em sua fase adulta, um criminoso. O rapaz sofreu pela falta de apoio do pai.

Publicidade
Publicidade

Não demorou muito e o rapaz, que é herdeiro da herança do rei, envolveu-se com drogas e escolhas erradas. As amizades estranhas e as atitudes que viriam ao longo de sua vida logo o fariam ficar atrás das grandes.

Edson Cholbi Nascimento nasceu em Santos, São Paulo, dia 27 de agosto de 1970. O menino foi comemorado pelo 'Rei do Futebol'. Primeiro filho do jogador, nos seus primeiros anos de vida, 'Edinho' estampava capas de revistas. Pelé sempre parecia sorridente nas fotos. No entanto, quando a família do rei mudou-se para Nova York, nos Estados Unidos, houve a separação do então jogador com sua primeira esposa, Rosemeri dos Reis.

Criado por mãe solteira, Edinho sentiu a falta do pai e se envolveu em um crime atrás do outro

O nascimento de Edinho foi comemorado pelos brasileiros, já que o nascimento do garoto ocorreu um mês após Pelé vencer a terceira Copa do Mundo para o Brasil, na cidade do México.

Publicidade

Rosemeri decidiu criar Edinho e sua irmã sozinhos. Isso porque ela não quis continuar com o atleta brasileiro, que na época acabou virando amante da própria empregada. Em relatos, Edinho conta que não teve o carinho do pai e que via ele uma ou duas vezes por ano, sempre em momentos rápidos. Eles eram praticamente desconhecidos um do outro.

'Não amava meu pai', diz Edinho ao falar sobre relação com Pelé

Edinho, que já foi preso e solto algumas vezes, disse que não amava o próprio pai e que acabou criando uma espécie de personagem muito negativo dele, pois sua mãe sempre chorava por Pelé. Ele chegou a jogar pelo Santos como goleiro, mas sua vida negativa chamou mais atenção. Em 1992, ele foi acusado de atropelar e matar uma pessoa. Pedro, um homem de 52 anos, faleceu. Edinho foi condenado a seis anos de prisão.

Deixe seu comentário, ele é sempre muito importante para nós. #Filho do Pelé #Pelé