Hoje em dia, as pessoas falam sobre diversos assuntos abertamente. Já faz algum tempo que o assunto ‘relações íntimas’ deixou de ser um grande tabu para muitas pessoas da sociedade.

Conversar com os jovens sobre esse assunto se tornou muito importante. Afinal, todo mundo precisa de conhecimento para poder se proteger. Sim, até mesmo nas relações íntimas as pessoas precisam de proteção. As #Doenças sexualmente transmissíveis não devem ser ignoradas.

É por isso que jovens e adultos precisam saber dos riscos que existem. Um dos métodos mais utilizados pelas pessoas para se proteger das temidas DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) é o preservativo.

Publicidade
Publicidade

Quando alguém se relaciona intimamente com outra pessoa sem o uso do preservativo, ela está vulnerável a se contagiar com uma DST. Ninguém carrega uma estrela na testa, embora a pessoa pareça estar saudável, ela pode ter uma doença sexualmente transmissível e nem saber. Por isso é muito importante que as pessoas se previnam.

Ninguém precisa ficar com medo de se relacionar com outra pessoa, basta agir de forma segura, afinal, as relações fazem parte da vida dos seres humanos.

É muito comum que as pessoas quando começam a se relacionar com outras fiquem se perguntando se o parceiro ou parceira está satisfeita com a relação. Quase todo mundo tem dificuldade de perguntar para o parceiro se a noite que eles passaram foi boa, porém, existem algumas coisas que se você fizer, fazem de você um ‘furacão na cama [VIDEO]’.

Publicidade

Confira.

Ser espontâneo

Na hora da intimidade, você age com muita espontaneidade. Às vezes, você é tão espontâneo que perde os sentidos na hora “H”. Sem você perceber, o seu jeito espontâneo está deixando a pessoa que se relaciona com você muito à vontade e provocando grandes desejos nela.

Sem julgamentos e preconceitos

Na hora da relação íntima, você permite que a pessoa que está contigo use e abuse da imaginação. Você não a julgará e permitirá que ela demonstre todas as suas fantasias e desejos. Ela percebe que você não age de forma preconceituosa e por esse motivo não sente nenhum tipo de constrangimento ou medo.

Fantasias

Mesmo que você não esteja junto com a pessoa amada, você pensa nela e fantasia momentos a dois que você gostaria de viver com ela. Esse processo faz parte dos estímulos que você precisa receber para manter seu interesse íntimo pela outra pessoa.

Bom-humor

Muitas pessoas nem imaginam, mas ter um bom-humor é fundamental para o relacionamento a dois. O bom-humor é considerado afrodisíaco. Pessoas bem-humoradas encaram as relações íntimas como algo natural e por esse motivo agem sem culpas e medos na hora da intimidade. #dsts