Publicidade
Publicidade

Todos sabem da grande importância do cantor e compositor baiano Raul Santos Seixas para a #Música popular brasileira, e principalmente para o #rock and roll tupiniquim. O Maluco Beleza foi responsável por sucessos atemporais, como 'Metamorfose Ambulante', 'Gita', 'Ouro de Tolo', 'Medo da Chuva', 'O Trem Das 7', 'Tente Outra Vez' e tantos outros que até hoje fazem a cabeça daqueles que curtem uma boa música.

O que muitos não sabem, ou não se lembram, foi o tremendo alvoroço que a morte do artista causou, tanto em São Paulo, onde morava e foi velado, quanto em Salvador, cidade natal onde foi sepultado. #Raul Seixas faleceu em 21 de agosto de 1989, em decorrência de uma pancreatite, e lágrimas, desmaios e gestos tresloucados dos fãs foram vistos em todo o cortejo fúnebre do cantor, que não aceitavam a morte do ídolo.

Publicidade

Tanto é que quando saiu a notícia, muitos fãs se aglomeraram em volta do prédio onde Raul morava, esperando que o ídolo aparecesse com vida rindo de toda a situação.

Chegou a ser noticiado na época que alguns fãs mais exaltados chegaram a invadir o necrotério na tentativa de impedir que o corpo saísse de São Paulo e fosse sepultado em Salvador. No entanto, só agora, 28 anos depois da morte do artista idolatrado, um fato novo surgiu a respeito do velório do cantor.

Marcelo Nova afirma em seu novo livro que corpo de Raul Seixas chegou a ser roubado

O último parceiro musical de Raul Seixas foi o também roqueiro baiano Marcelo Nova, que na época tinha deixado sua banda Camisa de Vênus, se lançando em carreira solo.

O veterano artista está lançando seu livro de memórias em parceria com o jornalista André Barcinski.

Publicidade

Intitulado de "O Galope do Tempo", o livro conta um fato no mínimo curioso sobre o velório de Raul. Marcelo afirma que em uma missa de corpo presente, com a igreja lotada, entraram cerca de 100 fãs exaltados do cantor e simplesmente pegaram o caixão do ídolo e saíram com o corpo. Marcelo Nova, que presenciou a cena, saiu transtornado, gritando com a multidão para que tivessem respeito com o falecido.

No fim das contas, o fã que estava liderando a ação e comandando a massa ouviu os apelos de Marcelo e decidiu devolver o caixão do ídolo de volta a seu lugar na igreja.

Veja abaixo reportagens da época a cerca do funeral do cantor Raul Seixas, e o total desespero dos fãs:

Se você gostou deste artigo, confira também 6 famosos brasileiros que perderam muito dinheiro e estão falidos [VIDEO]

E para boas gargalhadas, confira as 9 imagens que comprovam que você tem a mente poluída [VIDEO]