Publicidade
Publicidade

Neste Dia das Bruxas, que tal relembrar algumas histórias e lendas urbanas que já aterrorizaram seu passado?

Todos casos abaixo realmente aconteceram e foram noticiados pelos jornais brasileiros entre os anos 70 e 2000. Talvez você se lembre de alguns deles.

1 - O incêndio do Edifício Joelma

Vamos começar com um dos casos mais famosos das histórias de terror dos brasileiros: o incêndio do Edifício Joelma. No final dos anos 70, o moderno edifício, no qual funcionava um banco de investimentos, sofreu uma pane em seus sistemas de ar condicionado.

Publicidade

Esta pane causou um incêndio, que rapidamente se espalhou para todos os andares do prédio.

O Joelma pegou fogo durante cerca de quatro horas ininterruptas, matando 189 pessoas e ferindo mais 346. Entre os mortos, nem todos morreram em decorrência do fogo em si. Pelo menos 20 saltaram do edifício e 13 morreram ao tentar escapar pelo elevador, que explodiu.

Diversos mistérios ainda rodeiam a história do incêndio do edifício, que ainda existe na Avenida Nove de Julho, mais precisamente no número 255, agora com o nome de Prédio Praça da Bandeira. Entre as histórias que são contadas a respeito, uma das mais famosas relata que o terreno continha uma espécie de maldição, já que nos anos 40, um homem teria matado toda a sua família no local, e depois se suicidado.

2 - O Chupa-Cabras

Os primeiros relatos a respeito da tal criatura que atacava animais à noite, sugando todo o seu sangue, surgiram em meados dos anos 90.

Publicidade

Para alguns, o chupa-cabras - como foi batizado o estranho ser - era uma mistura de vampiro e alienígena.

Os casos ocorreram primeiramente em Porto Rico, chegando depois ao Brasil e assustando moradores de diversas cidades, como Presidente Prudente, onde um médico legista chegou a conclusão de que os ataques seriam obra de um cachorro do mato.

A verdade é que a espécie da criatura, muitas vezes descrita como um ser bípede com asas de morcego e olhos vermelhos [VIDEO], jamais foi descoberta.

3 - A Gangue do Palhaço

Palhaços podem ser muito assustadores para algumas pessoas. E nos anos 90, ter medo de palhaços era algo ainda mais justificável. As histórias contavam que uma dupla, formada por uma mulher loira e um homem negro, estaria atraindo crianças para dentro de uma Kombi branca.

O homem vestido de palhaço e a mulher vestida de bailarina ofereciam doces às crianças e as raptavam.

Publicidade

Dias depois, as crianças eram encontradas sem os órgãos. Acontece que depois de muita investigação e especulações a respeito, a maioria destas exibidas pelo programa Notícias Populares, de Gil Gomes, a polícia chegou à conclusão de que os casos envolvendo a ''Gangue do Palhaço'' não passavam de boatos.

4 - Acidente com o Césio-137

No fim dos anos 80, o Caso do Césio-137 chamou a atenção do Brasil para a cidade de Goiânia, que ficou conhecida por ter abrigado o maior acidente radiológico do país. Tudo começou quando dois catadores de papelão acharam um aparelho de tratamento radiológico em um edifício abandonado.

Eles então a levaram e a venderam para um ferro velho. O dono do local abriu a máquina, com a intenção de retirar dela alguns itens de valor e achou uma cápsula com o material radioativo Césio-137. Como o material brilhava muito, o dono do ferro velho o levou para casa. No entanto, algo estranho passou a ocorrer a partir de então: todos que entravam em contato com a substância adoeciam.

Foi então que a esposa do dono do ferro velho resolveu levar a cápsula para análise na vigilância sanitária, que prontamente identificou o material. O problema é que, àquela altura, já era tarde demais. Cerca de 112 mil pessoas ficaram sob observação no local, das quais 112 apresentaram sinais de contaminação e 4 morreram por contaminação direta, incluindo a esposa do homem que havia levado o material para casa e a sobrinha dos mesmos, de apenas 6 anos.

Algo por volta de 6 mil toneladas de resíduos radioativos foram retiradas do local e, apesar de atualmente não existirem mais riscos de contaminação, algumas pessoas alegam ainda sofrer efeitos indiretos do acidente.

5 - A operação Prato

''Operação Prato'' foi o nome de uma missão da Força Aérea Brasileira criada no fim dos anos 70, cujo objetivo era verificar a ocorrência de fenômenos que supostamente envolviam OVNIs na cidade de Colares, no Pará. A mesma foi iniciada após a prefeitura local, que não conseguia mais lidar com o pânico que se espalhava pela população, apelar para a FAB.

Oficialmente, a missão durou 4 meses sob o comando do capitão Uyrangê Bolívar Soares de Hollanda Lima, que acabou cometendo suicídio em 1997, após o cancelamento precoce da operação. O capitão afirmava que a equipe estava tendo ''progressos notáveis'' em relação á solução dos misteriosos casos, que jamais chegaram a ser totalmente esclarecidos. #Assustador #lista #jornal