Publicidade
Publicidade

Existem muitos mitos a respeito da menstruação que foram disseminados na sociedade. É comum que mesmo nos dias de hoje, apesar de tanta informação, algumas mulheres ainda acreditem nesses mitos. Existem algumas dúvidas que surgem constantemente nos consultórios de um ginecologista. Saiba quais são!

Andar descalço piora a cólica

A piora da cólica não tem nenhuma ligação com o fato da mulher pisar em um chão mesmo que ela esteja com ou sem sandálias. Erica Mantelli explicou que pisar no chão descalço não pode aumentar a contração. Porém, essa atitude pode fazer com que as pessoas fiquem mais sensíveis à dor.

No período menstrual a mulher engorda

Não existe nenhuma relação entre o aumento de peso e o #ciclo menstrual.

Publicidade

Geralmente, o que acontece é que durante esse período a mulher ‘inche’. Normalmente, a região abdominal é afetada por esse inchaço devido às alterações hormonais.

Suspender a menstruação prejudica a saúde da mulher

Esse é outro mito disseminado pela população. Suspender a menstruação não coloca em risco a saúde feminina. Porém, a especialista afirmou que sangrar todo mês é um grande sinal de que o organismo feminino está em perfeito ‘funcionamento’. A falta de menstruação pode indicar que a mulher está alguns problemas nas glândulas tireoide e supra-renal. Sendo assim, se a mulher suspender a menstruação, ela poderá ter dificuldades para identificar esses dois problemas.

É tudo psicológico e TPM não existe

É comum que muitas mulheres já tenham escutado essa frase de algum namorado ou até mesmo de alguns amigos.

Publicidade

Porém, essa afirmação é falsa. Existe de fato uma alteração hormonal que precede a menstruação e é capaz de mexer com todo o organismo feminino. Ao menos mais de 50% das mulheres podem sofrer com TPM. As causas da TPM são relacionadas as alterações hormonais, porém tudo dependerá da sensibilidade de cada uma. Normalmente, a TPM tem seu início em até 10 dias antes da menstruação e acaba quando a menstruação chegar.

Manter relações íntimas menstruada diminui o risco de contrair doenças sexualmente transmissíveis

Muito pelo contrário. Manter relações íntimas durante o ciclo menstrual sem a devida proteção pode aumentar e muito o risco de contaminação por alguma DST (Doença Sexualmente Transmissível). O sangue é um meio de cultura. Isso quer dizer que as chances aumentam, pois o sangue tem os nutrientes que são extremamente necessários para o crescimento de micro-organismos como vírus, fungos e bactérias.

Lembre-se de deixar o seu comentário. Sua opinião é muito importante para a nossa equipe e sempre ajuda no diálogo. #viva #Tendências