Publicidade
Publicidade

Sophie Stevenson, uma jovem britânica de 24 anos, natural da cidade de Stroke, viajou da Inglaterra até a Holanda para se encontrar com Jesse Mateman, seu #crush de 21 anos. O casal havia se conhecido anteriormente nas férias de verão em Barcelona, na Espanha, ao longo do mês de agosto.

Desde então, Sophie manteve contato com Jesse e acreditou estar envolvida em um relacionamento sério. Ao jornal britânico Daily Mail, a jovem conta que nutriu expectativas neste relacionamento, até que decidiu investir 350 libras esterlinas (R$ 1,44 mil) em uma viagem até a cidade do rapaz.

Ao chegar ao hotel em Amsterdã, capital holandesa, Sophie relatou ter recebido uma mensagem de texto de Mateman, na qual o rapaz afirmava que ela havia caído em uma brincadeira de mau gosto.

Publicidade

Na mensagem enviada por WhatsApp, o rapaz revelou: "Você caiu na brincadeira do Pegue um porco". Logo na sequência, acrescentou um emoji de dois porcos com as explicações: "Foi tudo uma piada". Devastada, a jovem reagiu imediatamente, questionando Mateman como pôde ter sido tão cruel.

A reação de Sophie

Ao responder o questionamento, ele explicou a brincadeira: "Pegar um porco é quando um cara seduz uma garota gorda e feia. Eu me sinto um doente". O grande problema é que Sophie revelou ter ficado doente após o recebimento das mensagens advertindo que havia caído em uma pegadinha (de muito mau gosto).

Após o terrível incidente, a jovem revelou ao jornal britânico que ficou muito chateada e decidiu regressar pra casa na manhã seguinte. Fato incontestável é que o caso abre discussão para a validade de certas “brincadeiras”: até onde é possível brincar sem machucar os sentimentos alheios?

Este não é o primeiro incidente envolvendo relacionamento entre pessoas de países diferentes

Em 2016, outro caso envolvendo holandeses chamou a atenção da mídia.

Publicidade

No entanto, na ocasião anterior, a pessoa lesada foi um homem holandês de 41 anos. Após conhecer pela internet a namorada chinesa ideal, Alexander Cirk voou da Holanda para o aeroporto Changsha Huanghua International Airport, no Leste chinês.

Após viajar 4,5 mil km para se encontrar com sua amada de 26 anos, Cirk percebeu que a jovem não o estava esperando no aeroporto conforme prometido. A jovem relatou a um jornal local que teria sofrido uma operação no nariz e que não havia entendido que o holandês estava viajando para a China.

O problema dessa história é que o holandês ficou vivendo no aeroporto por 10 dias a base de macarrão instantâneo e acabou passando mal por ser diabético. Após um tempo internado, Cirk retornou ao seu país de origem sem ter conhecido sua amada. #NamoroVirtual #Brincadeirademalgosto