Publicidade
Publicidade

No ano passado, pouco após os jogos olímpicos do Rio de Janeiro, o país acabou passando por um momento bastante complexo. [VIDEO] Uma menina foi alvo de estupro coletivo em uma favela do Rio de Janeiro.

O caso aconteceu no Morro do Barão e a adolescente, na época com 16 anos, acabou tendo o crime contra ela conhecido graças à divulgação de vídeos e fotos na internet. Mais tarde, em depoimento, a menina confirmou que foi violentada por 33 homens, passando por um dos estupros coletivos mais famosos que o Brasil já conheceu. [VIDEO]

Saiba o que aconteceu com a menina alvo de estupro coletivo no Rio de Janeiro

Por na época do crime ser menor de idade, a menina entrou no programa de proteção à vítima da polícia.

Publicidade

Muita gente não acreditou em seu depoimento, já que ser abusado por mais de 30 pessoas não é considerado algo muito fácil. O apresentador #roberto cabrini, do SBT, entrevistou a mulher que passou por tudo isso.

O longo silêncio finalmente foi quebrado no momento em que ela completava 18 anos, trazendo um depoimento impressionante e revelador. "Eu me sentia muito culpada. Hoje eu não me sinto mais assim, hoje eu sei que a culpa não é minha", disse ela ao falar sobre o assunto na entrevista.

Menina alvo de abuso coletivo no estado do Rio de Janeiro vê sua vida virar tremendo inferno

A menina acabou tendo que sair do Rio de Janeiro, pois começou a receber graves ameaças na favela onde morava.

Para sua segurança, o local onde ela está não pode ser revelado, mas se sabe que a adolescente trocou de estado.

Publicidade

A jovem acabou passando por uma situação difícil, até mesmo depois em que já estava em outro estado.

Jovem diz que tem medo mesmo após um ano do abuso coletivo que mexeu com o Brasil

Isso porque o seu rosto ficou conhecido em todo o país. Até hoje, ela encontra dificuldades, por exemplo, para estudar e seguir a sua vida. O desafio foi realmente incrível para ela.

De acordo com a jovem, muita gente age com preconceito sobre o assunto e que recomeçar não é nada fácil. Alguns dos acusados pelo crime de estupro coletivo já até foram presos, mas mesmo assim ela diz que tem medo por sua segurança.

Lei do tráfico impera e adolescente estuprada por 33 não consegue viver em paz

Não é à toa que ela tem esse medo. Em comunidades dominadas pelo crime, a lei dos traficantes acaba imperando. O assunto acabou repercutindo nas redes sociais. Muita gente esperava que a moça fique bem.

Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante. #Famosos