Todos sabemos que o #chocolate é o doce mais apreciado do mundo. No entanto, muitos acreditam que ele causa #espinhas. Será que isso é verdade? Curiosamente, quando se degusta uma quantidade maior, algumas espinhas costumam aparecer.

Para entender melhor o porquê acontece esse fenômeno, é importante dizer que o chocolate contém algumas substâncias que podem estimular o aparecimento das espinhas. Carboidratos, gorduras e açúcares, esses são os principais ingredientes que tornam o chocolate o grande vilão das espinhas.

Segundo os pesquisadores, existe um ingrediente em especial que se destaca no surgimento das espinhas. Estamos falando do famoso açúcar.

Publicidade
Publicidade

O alto índice de açúcar no sangue é o principal causador das espinhas.

Quando ingerimos açúcar em excesso, por consequência, a produção do sebo [VIDEO] fica desordenada. Logo, se a produção de sebo não for controlada, poderá causar inflamações no corpo, o que todos conhece por acne.

A prova disso é, se você comer um chocolate sem açúcar e gordura, dificilmente terá problemas com espinhas.

Mito

Conclusão, o chocolate em si não provoca espinhas. O que provoca esse problema é o aumento da glicose no sangue. Portanto, o cacau contido no doce não tem influência alguma no problema da acne. O boato de que o chocolate causa espinhas não passa de um mito.

Tipos de chocolate

O chocolate branco costuma ser o mais prejudicial pelo fato de conter mais gordura e açúcar. Por isso, evite o excesso desse chocolate.

Publicidade

Já o chocolate meio amargo contém menos açúcar, o que o torna uma melhor opção para aquelas pessoas que tenham problemas com a acne.

Benefícios

Agora, uma boa notícia para os fãs da guloseima é, que consumir pequenos pedaços de chocolate meio amargo por dia pode trazer grandes benefícios para a #Saúde. São eles: estimula o sistema nervoso central, possui antioxidantes, melhora a circulação sanguínea e, o melhor de tudo, promove uma sensação de bem-estar, já que libera um hormônio chamado serotonina.

Tratamento para acne

Existem algumas opções de tratamento que são muito favoráveis para combater aquela espinha indesejada. O tratamento ideal e mais indicado é fazer limpezas de pele; é importante também passar pomadas recomendadas por dermatologistas; aumentar o consumo de alimentos que ajudam a diminuir o problema, como, por exemplo, frutas, legumes e peixe. Evitar o excesso de doces e frituras é também fundamental nesse processo.