Publicidade
Publicidade

Mesmo que você não seja uma pessoa supersticiosa, com certeza já ouviu falar sobre o mito da sexta-feira 13, aquela data que para muitos o melhor é ficar em casa, não fazer planos e esperar pelo sábado. Afinal, sexta-feira 13 é um dia tido como de má sorte e mau agouro.

Mas, de onde veio essa história?

Ao longo dos séculos o mito sobre a sexta-feira treze foi enraizando-se entre diversas culturas e semeando superstição entre muitos homens. E, com o passar das gerações o que era lenda foi tornando-se algo maior, gerando #medo em torno da data. De fato, nós nunca saberemos a origem desse pavor pela data. Porém, algumas #lendas explicariam parte desse mito de azar que rodeia a sexta-feira 13.

Publicidade

Segundo a mitologia nórdica, o deus Loki apareceu em um banquete sem ser convidado e disfarçado conseguiu induzir um dos convidados a matar Balder, o deus da justiça e sabedoria. Nesse banquete estavam presentes 12 convidados e o deus da trapaça e discórdia Loki era o décimo terceiro a estar presente no local, trazendo com isso azar. Desde então, convidar 13 pessoas para um jantar é sinal de má sorte.

Outra lenda nórdica famosa é a da deusa Friga, que era a deusa do amor e da beleza. Mas, ela foi transformada em bruxa e exilada quando diversas tribos nórdicas foram convertidas ao cristianismo. Daí, a deusa passou a reunir-se todas as sextas com mais 11 feiticeiras e o demônio, num total de 13 participantes. O motivo das reuniões era praguejar a humanidade. Outra curiosidade é que o nome Friga originou as palavras friday e friadagr, que significam sexta-feira nos idiomas inglês e escandinavo.

Publicidade

O número remeteria ao fato de que na Última Ceia, estiveram presentes 13 pessoas e que Judas seria o décimo terceiro convidado. E, ele foi quem traiu Jesus Cristo. E, reza a lenda que a sexta-feira da Paixão pode ter acontecido em um dia 13.

Fora as lendas e mitos sobre a data, o treze estaria em descompasso por vir após o doze, simplesmente porque o doze seria o número completo e que expressa algo pleno, doze são os meses, doze eram os apóstolos e também as tribos de Israel.

O medo que exerce a sexta-feira 13 em muitas pessoas vai além da simples superstição, pode ser visto como uma fobia, denominada paraskevidekatriafobia, derivado das palavras gregas paraskeví (sexta-feira) e dekatreís (13).

No final das contas as lendas são inúmeras, mas fica a pergunta: será que a sexta-feira 13 é um dia para ser ter tanto medo? #sexta-feira13