Publicidade
Publicidade

De acordo com um novo estudo, ficou provado que a maior parte das pessoas trai a seus companheiros com pessoas que já conhecem. Ainda de acordo com essa mesma pesquisa, é uma grande porcentagem de parceiros que traem a seus companheiros.

Apesar de muitos falarem que estão em um #Relacionamento seguro e amoroso, a verdade é que as estatísticas chocantes revelam que 30,9% das mulheres e 40,4% dos homens enganam seus parceiros [VIDEO]. Resta agora saber com quem eles o fazem mais.

Três sinais de trapaça

Para ajudá-lo a distinguir entre paranoia e a verdade, a Superdrug, marca europeia de produtos de beleza, perfumaria e saúde, revelou recentemente os três principais sinais de traição.

Publicidade

De acordo com o estudo, que analisou mil pessoas [VIDEO], os sinais de alerta mais comuns são:

1 - Querer relações com uma menor frequência. Quando isso acontece, é perigoso para um relacionamento, pois pode significar que existe uma terceira pessoa por perto.

2 - Quando o parceiro sai do quarto para trocar mensagens. Pode nem ser nada, mas, em princípio, isso pode indiciar que está escondendo alguma coisa e que está temendo que essas mensagens sejam reveladas.

3 - Mudanças de humor. Quando o parceiro não tem mais a mesma disposição de antes, pode significar que existe uma outra pessoa que o está fazendo sorrir.

Com quem mais traem os parceiros

No entanto, existe uma pessoa que mais facilmente pode levar uma pessoa comprometida a trair, sendo certo que a maioria das pessoas o vai fazer com alguém conhecido.

Publicidade

No entanto, é o grau de proximidade que mais pode chocar.

Ao contrário do que muitas pessoas podem pensar, o perigo pode vir mais de perto do que se imagina. Não adianta ficar paranoico com as pessoas estranhas, nos bares, porque é com alguém próximo que as pessoas mais traem.

Uma pesquisa da Forktip, que questionou cinco mil adultos em seus hábitos íntimos, revelou que menos de metade das pessoas engana com alguém que não conhece. Os restantes dos traidores (mais de metade) procuram alguma ação extraconjugal muito mais perto de casa.

Talvez, sem grande surpresa, 22,4% traíram com alguém do trabalho, mas, mais chocantemente, um enorme 24% admitiu trapaça com a melhor amiga de seu parceira. Este é o dado mais incisivo, pois dá conta que a pessoa com quem mais se trai é com a melhor amiga da companheira.

Um dado ainda pior, mas com uma porcentagem bem menor, dá conta ainda que 3,9% dos participantes disseram ter traído com um membro da família de sua parceira. Os ditados mais antigos dizem para manter seus amigos próximos e seus inimigos ainda mais próximos, e este estudo oferece uma boa razão para fazer exatamente isso.

Publicidade

Casamento não traz mais segurança

Um outro dado que salta ainda desta pesquisa se refere ao #Casamento. Apesar de muitas pessoas pensarem que estão mais seguros de traições após o casamento, a verdade é que é exatamente o contrário. Homens e mulheres são mais propensos a traírem nos primeiros cinco anos de casamento, de acordo com um estudo do site de namoro Safrinha.

O estudo foi realizado na Inglaterra e entre 300 pessoas, homens e mulheres, que foram interrogados, 27% trapacearam dentro de dois anos de casamento e 6% entre três e cinco anos. #trapacear