Publicidade
Publicidade

Se você assiste ao programa ‘Pânico [VIDEO]’ há um bom tempo, com certeza se lembra dos antigos quadros e atrações. O programa revolucionou a forma com a qual as pessoas fazem humor, apostando em algo mais físico e irônico.

Por causa disso, o programa se tornou o único de seu estilo a trazer para o Brasil algo diferente que até então estava seguindo o mesmo caminho há anos. Na época de ouro do ‘Pânico’, alguns personagens acabaram marcando época e se tornando inesquecíveis para muitas pessoas. Um deles foi o #Zina, um rapaz que era apaixonado pelo Corinthians e mais especificamente o jogador Ronaldo.

Usando o bordão "Ronaldo, brilha muito no Corinthians", ele acabou fazendo muito sucesso e inclusive participou de vários quadros do programa.

Publicidade

Após simplesmente desaparecer das telinhas, muitos chegaram a dizer que Zina tinha morrido. Porém, tudo não passava de notícias falsas vinculadas por sites não confiáveis, conhecidos como ‘fake news’.

Apesar de não ter morrido, Zina agora enfrenta um grande dilema. Todos sabem que o ‘Pânico’ chegou a ajudá-lo durante o tempo em que permaneceu na mídia, porém, devido a seu vício nas drogas e alcoolismo, o rapaz infelizmente enfrenta um grande problema.

Em julho, Zina novamente voltou a ser noticia após ser visto perto de alguns bares na região da Lapa, Rio de Janeiro. Na ocasião, ele estaria pedindo esmola para sobreviver, além de estar em condições sobre-humanas, perambulando pelas ruas da cidade.

O rapaz inclusive já foi internado várias vezes em algumas clínicas de recuperação, buscando se recuperar, mas acabou tendo recaídas durante o percurso.

Publicidade

No início do ano, ele até mesmo voltou a se internar por escolha própria, mas parece que não conseguiu seguir com o tratamento.

Zina, que um dia foi estrela na televisão, hoje precisa, mais do que nunca, de ajuda e se encontra totalmente esquecido pelas ruas da cidade do Rio de Janeiro. Infelizmente, a realidade dele atinge muitas pessoas pelo mundo. As drogas têm o incrível poder de comandar a vida do viciado que, muitas vezes, tem talento e poderia estar trabalhando e produzindo, mas, por causa do vício, acaba vendendo tudo o que tem e entrando em um mundo sem volta.

Caso você tenha algum viciado na família, não hesite! Procure a ajuda de um profissional e permita que seu ente querido possa viver normalmente sem nenhum tipo de preocupação ou problema que possa custar sua própria vida. Diga não ao vício, diga não às drogas.

#panico #Pânico na Band