Publicidade
Publicidade

Uma mãe revelou que ela ainda está amamentando sua filha de cinco anos. Sophie Mei Lan, de 29 anos, de Wakefield, West Yorkshire, afirma que esse ato de #Amamentação a aproxima de sua filha Jasmine. Porém, ela alerta ainda para uma outra causa que a faz acreditar que está mesmo fazendo a coisa certa, continuando amamentar a sua filha. Ela garante que, ao longo desses anos, ela já economizou milhares de dólares.

Porém, a mãe, que é blogueira, admite que amamentar a criança tem lhe dado algumas dores de cabeça, incluindo em sua vida de casada. Seu marido, que trabalha como chef em um restaurante, não concorda nem um pouco com o que sua esposa está fazendo.

Publicidade

Chris Hale, de 30 anos, quer que ela pare, porque isso a está deixando muito cansada.

No entanto, Sophie, que também tem uma filha de dois anos chamada Arianna, disse ao jornal The Sun: "Não acho nada estranho na amamentação de minhas filhas". Esta mulher diz que vai para a cama todas as noites com suas filhas, para que elas possam mamar, antes de dormir. Na sua opinião, o leite materno é nutritivo, calmante e livre. "Jasmine começou a escola no ano passado e eu disse a ela que muitas crianças não estariam mais mamando, mas ela não está incomodada", contou Sophie ao jornal The Sun.

A maioria das mães deixa de amamentar após os primeiros seis meses e Sophie sabe que as pessoas a encaram quando ela alimenta Jasmine em público, fazendo com que ela se sinta estranha. No entanto, novas pesquisas reivindicam que as #mulheres que amamentam por mais tempo se tornarão mães cada vez mais próximas ao longo dos primeiros dez anos da criança.

Publicidade

O estudo de uma década da American Psychological Association é o primeiro a sugerir que a amamentação possa ter benefícios prolongados na saúde mental de uma mulher. A amamentação tem sido associada com resultados positivos para crianças, como inteligência superior, melhor saúde intestinal e sistemas imunológicos mais fortes.

Mulheres defendem amamentação até mais tarde

Outras mães não têm problemas em afirmar que ainda amamentam seus filhos mais crescidos. Uma mãe de Grimsby criou um quadro em seu canal do YouTube, no qual revela que amamenta sua filha de oito anos. Ela recebeu alguns comentários de pessoas dizendo que sua filha é muito velha para ser amamentada.

Adele, de 33 anos, e seu marido Matt Allen, de 34, disseram no ano passado como seus filhos Ulysses, de cinco anos, e Ostara, de um, ainda estavam sendo amamentados.

Sophie Emma Rose, de 41 anos, tentou encorajar outras mulheres a amamentarem seus filhos mais velhos, publicando vídeos alimentando seu filho de quatro anos e meio. #Maternidade