Publicidade
Publicidade
2

Quando pensamos em serial killers que entraram para a #História, é inevitável não se lembrar de Jack, o Estripador; mas você já se perguntou do porquê ele se tornou tão famoso? Para analisarmos a questão, há de se considerar que, no século XIX, Londres não era nenhum modelo de segurança pública e que, infelizmente, assassinato de prostitutas era um crime relativamente comum antes mesmo de o estripador em série entrar em ação em 1888.

As vítimas de Jack, o Estripador

Oficialmente, cinco mulheres foram vítimas, todas prostitutas, sendo elas:

  • Mary Ann Nichols: foi degolada e teve o abdômen aberto em 31 de Agosto.
  • Annie Chapman: foi degolada e teve o útero removido em 08 de Setembro.
  • Elizabeth Stride: corte profundo na artéria do pescoço em 30 de Setembro.
  • Catherine Eddowes: degolada, teve rim e útero removidos em 30 de setembro.
  • Mary Jane Kelly: degolada, todos os órgãos internos removidos em 9 de Novembro; seu coração nunca foi encontrado.

O modus operandi

A mídia da época lhe atribuiu à autoria por diversos outros assassinatos, porém, a polícia londrina não os considerou nas investigações, pois não haviam constatado o mesmo modus operandi do Estripador: suas vítimas, geralmente, possuíam mutilações no rosto, abdômen e genitais; além de pescoço dilacerado e remoção de órgãos internos.

Publicidade

Dentre as vítimas oficiais, a única que ficou fora desses padrões [VIDEO] foi Elizabeth Stride, morta com apenas uma facada no pescoço, em 30 de Setembro, entretanto, a policia concluiu que durante o ataque algo interrompeu o estripador que fugiu e na mesma noite descontou toda sua fúria em Catherine.

Principais suspeitos

Houve inúmeras teorias sobre a identidade do assassino em série e mais de 300 suspeitos foram investigados, dentre os suspeitos mais conhecidos temos:

  • O sapateiro: John Pizer conhecido por extorquir as prostitutas, foi visto ameaçando-as com faca.
  • O açougueiro: Joseph Ensencshmidt tinha habilidade com facas, por este motivo tornara-se um dos principais suspeitos.
  • O procurado: Francis Tumblety, um médico charlatão foi preso por atividade homossexual, ato ilegal na época, entretanto, a polícia descobre que ele era procurado nos EUA por ser um dos suspeitos de assassinar o presidente Abraham Lincoln, em 1865.
  • O escritor: Lewis Carroll, autor do clássico mundial Alice no País das Maravilhas foi mencionado como suspeito no livro Jack the Ripper: Light-Hearted Friend do escritor Richard Wallace que sugere a confissão de Carroll através de anagramas contidas em sua obra.

Mas afinal, quem foi Jack, o Estripador?

Jack, o Estripador tornou-se um ícone na história dos #Crimes em série, pois o mistério sobre sua identidade perpassou os séculos e continua sendo um grande enigma até os dias de hoje; sua história tornou-se uma espécie de lenda que gerou diversas teorias e especulações, além de ter inspirado diversos livros, filmes, games e músicas, enfim, pode-se concluir que Jack, o Estripador se tornou famoso [VIDEO] mundialmente pelo simples fato de nunca ter sido identificado.

Publicidade