Publicidade
Publicidade

O tumor maligno ou câncer é cada vez mais comum entre as pessoas. Um tipo de câncer que vem se popularizando e merece a atenção da população é o chamado #Câncer de boca. Vale ressaltar também que essa doença era mais comum em homens mais velhos, que ingeriam muito álcool e fumavam cigarro em excesso. Mas o cenário acabou mudando, agora pessoas mais jovens também tem chance de ter a doença, sendo homem ou mulher. Para os especialistas, essa mudança de cenário aconteceu devido à maior exposição dessas pessoas ao sexo oral desprotegido, já que o vírus #hpv (vírus do papiloma humano) é transmitido via contato sexual e aumenta o risco dessa patologia acontecer.

Publicidade

O sexo oral desprotegido

O câncer [VIDEO] de boca pode ser muito perigoso, e dependendo do estágio em que esteja quando diagnosticado, as chances de sobrevivência são de 50% (cinquenta por cento). Os primeiros sintomas, muitas vezes, são ignorados, por aparentar ser uma simples afta. Especialistas alertam que se aparecer alguma ferida na boca que não cicatriza, acaba endurecendo e parece afta, o indivíduo deve ficar alerta e tomar atitudes. Nesses casos ignorar não é a melhor opção. O mais indicado ao perceber esses sintomas na boca, é procurar um clínico geral ou até mesmo um dentista, lá os devidos procedimentos serão tomados, e se for comprovada a suspeita, o paciente será encaminhado para um médico especialista.

Causas

A existência desse tipo de tumor está relacionado a estilos de vida não muito saudáveis e recomendados por especialistas da área da #Saúde.

Publicidade

O câncer de boca tem três causas possíveis: consumo excessivo de bebidas alcoólicas, cigarros e infecção pelo vírus do HPV.

Prevenção

Algumas pessoas acabam esquecendo ou até não dando importância para o uso da camisinha, não só com a finalidade de prevenir contra o câncer de boca, mas para evitar qualquer outro tipo de enfermidade transmitida pelo ato sexual.

O HPV

O vírus do papiloma humano é a doença sexualmente transmissível mais comum entre homens e mulheres. Esse tipo de vírus está relacionado ao aparecimento do câncer de colo de útero e verrugas vaginais. Para a prevenção, é de extrema importância o uso da camisinha, já que ajuda a diminuir o risco de contaminação. É válido ressaltar que o preservativo não deixa a pessoa totalmente imune, uma vez que o vírus também pode se alojar em alguns locais onde a camisinha acaba não chegando. Desde 1940, um exame conhecido como papanicolau é capaz de encontrar lesões iniciais. Nesses casos, os tratamentos para conseguir a cura do câncer têm grande chance de apresentar sucesso.