Publicidade
Publicidade

Vinte anos se passaram desde a estreia do filme #Titanic nos cinemas, em 1997. O longa metragem, que já pode ser considerado um clássico, narra a história de amor de Rose, uma garota proveniente de uma família rica, mas que é profundamente infeliz com sua vida de aparências, e Jack, um rapaz pobre porém criativo, ousado e otimista. A bordo do mais famoso transatlântico do mundo, o casal descobre que para o amor não existem barreiras sociais. Mas então, vem a tragédia.

A história do Titanic todo mundo já conhece; ao chocar-se contra um iceberg, o navio tem sua estrutura comprometida e acaba naufragando. Rose e Jack lutam pela vida em meio a condições adversas à sobrevivência; não há botes salva-vidas para todos, e o casal não quer se separar.

Publicidade

Quando o navio finalmente afunda, Jack e Rose se agarram a uma porta de madeira, na qual Jack ajuda Rose a subir para manter o corpo fora da água congelante, até a chegada do resgate. Jack, no entanto, continua dentro da água, e ao final de uma longa espera, acaba morrendo congelado.

Mas afinal, havia ou não havia um espacinho para Jack naquela porta? Para a atriz Kate Winslet, que interpretou a Rose, Jack poderia caber com Rose no pedaço de madeira. Para a atriz, Rose ''deixou'' o personagem de Leonardo DiCaprio [VIDEO] morrer: ''Eu acho que ela poderia ter se espremido naquele pedacinho de porta'', declarou ela, em entrevista ao programa Jimmy Kimmel Live!

Já o diretor, James Cameron, ainda tentou justificar a razão pela qual Jack ficou de fora da porta: ''Quando Jack coloca Rose na porta ele tenta subir. Mas o pedaço de madeira vira e afunda. Ela só flutuaria com uma pessoa em cima, então Jack decide deixar Rose na porta.''

A desculpa de Cameron não colou.

Publicidade

Até o programa Mythbusters (Caçadores de Mito), que se propõe a resolver mistérios científicos, provou que a porta aguentaria o peso de ambos.

Um meme no site 9GAG demonstra que o espaço na tal porta também não seria problema.

Mas então porque Jack teve que morrer?

Vinte anos depois, James Cameron finalmente deu aos fãs uma explicação sobre a morte do personagem:

''É claro que aquilo foi uma escolha artística. A porta não era grande o suficiente para aguentá-la e não para aguentar ambos. Acho até meio bobo que as pessoas ainda discutam isso vinte anos depois, mas isso só prova o quanto Jack foi um personagem tão fascinante que vê-lo morrer machucou os espectadores. Porém, se ele tivesse sobrevivido, o fim do filme não teria sentido nenhum. Este é um filme sobre a morte e a separação, portanto ele tinha que morrer. Então, fosse porque ele não cabia na porta ou porque um pedaço do navio caiu sobre ele, ele afundaria da mesma forma. As coisas ocorrem por razões artísticas.''

Cameron insiste ainda que fez questão de checar se a madeira utilizada de fato não suportaria o peso de duas pessoas.

Publicidade

''Eu ficava na água com um pedaço de madeira, colocando pessoas sobre ele até encontrar a medida perfeita para que a flutuação só fosse possível sob o peso de uma pessoa, para que, desta forma, Rose não ficasse imersa na água - cerca de 28 graus negativos - e pudesse sobreviver até o retorno do resgate, três horas depois''.

Para celebrar o aniversário de 20 anos do lançamento de Titanic, o filme voltará a ser exibido nos cinemas dos Estados Unidos a partir de dezembro. #Famosos #Filmes