Todos nós já ouvimos relatos, de muitos casos de pessoas que comeram carne humana [VIDEO]. A grande parte era de criminosos e assassinos com distúrbios mentais. São casos reais e horríveis que abalam qualquer pessoa independente de sua religião. Também existem algumas tribos canibais, inclusive no Brasil, a carne humana era bem mais que um alimento para os antropófagos brasileiros. O canibalismo, na cultura dessas tribos, envolvia cerimônias religiosas e a invocação do sobrenatural. “Eles acreditavam que o indivíduo ganhava força comendo a carne de outro guerreiro, poderosos e perigosos, sejam guerreiros inimigos, sejam parentes mortos”, afirma o historiador John Monteiro, da Unicamp.

Mas o que você iria pensar se soubesse que existe um restaurante [VIDEO] que tem autorização para vender carne de gente como parte de seu menu?

A verdade sobre a notícia

Nos meses de novembro e dezembro de 2017 uma notícia viralizou nas redes sociais, a informação de que havia um restaurante que vendia carne humana em Tóquio. De acordo com a notícia que vários blogs publicaram o restaurante japonês teria autorização para servir este tipo de prato! Certamente esta informação deixou muitas pessoas preocupadas e mal dispostas ao saberem de tal fato.

De acordo com a notícia, as refeições são de um valor bem elevado, sendo que a carne vem de origem legal. Ela se origina de seres humanos que, antes de morrer, assinam um contrato autorizando a venda de seu corpo para ser consumido por outras pessoas.

O voluntário recebe um tipo de indenização, no valor aproximado de 30 mil euros que são entregues a família após a morte da pessoa.

Segundo o artigo é preciso que a morte seja de forma natural e que o voluntário participe de tratamentos médicos específicos, para impedir que a carne entre em decomposição assim que a morte ocorrer. O artigo ainda ressalta que não acontece nenhum sacrifício para que o restaurante funcione.

Uma "história" rica em detalhes

O fato é que essa notícia apesar de ter muitas fotos e vídeos é falsa. Nada passou de uma brincadeira de mal gosto para comemorar o dia da #MENTIRA, e as fotos e vídeos utilizadas eram, na verdade, de uma manifestação que ocorreu no chile por vegetarianos.

Outras fotos foram criadas para chamar atenção das pessoas para o lançamento de um jogo de vídeo game na internet, Residente Evil, as fotos e a história do restaurante japonês se espalharam por países de todo o mundo.

O governo japonês lembra que assim como em outros países, não permite a comercialização de carne humana.

A Blasting News está sempre comprometida a levar a verdade até você! #curioso